São sinais do fim dos tempos ou início de novos tempos com tudo de bom e do melhor?

Idelma da Costa
sao-sinais-do-fim-dos-tempos-ou-inicio-de-novos-tempos-com-tudo-de-bom-e-do-melhorsao-sinais-do-fim-dos-tempos-ou-inicio-de-novos-tempos-com-tudo-de-bom-e-do-melhor

Final dos tempos ou início de tempos melhores? Parece que a vida tem voltado ao normal aos poucos e a impressão que tenho é a de que nada está como antes. Todas as coisas mudaram.

Parece tudo novo, mesmo que aparentemente esteja como antes.

O isolamento social começou em virtude do inimigo invisível do Coronavírus e está terminando com o começo do afloramento de todas as virtudes, essenciais ao ser humano e que também são invisíveis.

Começou com as pessoas usando as máscaras de proteção e deixando de lado as máscaras da falsidade.

Coisas feitas as escondidas estão vindo à tona e com tudo.

O mundo tem passado por transformações importantes.

A fauna e flora tem se recuperado.

A COVID-19 a maior vilã dos últimos tempos, tem sido vista por alguns como marco que representa o fim de uma Era na qual imperava a superficialidade para dar espaço ao renascimento de uma nova, qual seja: a Era da oportunidade.

Oportunidade em todos os sentidos e principalmente de crescimento como ser humano.

Um novo mundo está prestes a renascer e pode ter certeza que para melhor.

Uma questão de evolução em seu sentido mais profundo.

Pensamento positivo e esperança num momento tão difícil como este não pode faltar.

Meditação fará toda a diferença, na qual irá preparar o individuo para se sentir bem consigo mesmo, independentemente das alterações do mundo externo e seus desafios.

O fortalecimento da alma se faz necessário para driblar e vencer quaisquer obstáculos.

A construção de uma nova visão se apresenta.

A aceitação daquilo que não se pode modificar e a coragem para enfrentar os obstáculos de frente.

Vocês já desejaram muito ter a chance de ter uma nova vida em vida?

Não me refiro à vontade de sumir do mapa, como fuga, mas sim de ter a oportunidade de começar a vida do zero, deixando tudo para trás, porém levando o aprendizado daquilo que deu certo até então e a lição de não cometer os erros do passado.

Devemos ter cuidado com o que desejamos, pois temos uma força poderosa dentro de nós que fará com que o que queremos muito aconteça no seu devido tempo.

E esta nova fase na qual vivemos parece ter vindo com um plus à mais, em termos de potencialização.

Muitas inovações tem se apresentado à velocidade da luz, o tempo parece está passando depressa demais apesar dos ponteiros do relógio não terem sofrido nenhuma alteração, o amor tem se esfriado em virtude das iniquidades…

São sinais do fim dos tempos ou início de novos tempos com tudo de bom e do melhor?

Acho que ninguém terá a certeza da resposta, mas seja ela qual for, podemos usar como alternativa acertada para nossas vidas, o uso constante de uma única palavra, que por si só basta: Amor.

Deus é amor.

O resto é consequência ao seguir os principais mandamentos: de amar ao próximo, bem como a si mesmo.

Dessa forma não tem como errar ou dar errado e usaremos desse ponto principal como oportunidade para recebermos um livro de páginas em branco na qual escreveremos uma nova história de transformação, que fará toda a diferença.

*Foto de Anastasiia Chepinska no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Idelma da Costa
Idelma da Costa, Bacharel em Direito, Pós Graduada em Direito Processual, Gerente Judicial (TJMG), escritora dos livros Apagão, o passo para a superação e O mundo não gira, capota. Tem sido classificada em concursos literários a nível nacional e internacional com suas poesias e contos. Participou como autora convidada do FliAraxá 2018 e 2019 e da Flid 2018.