Ressignifique as suas dores e passe a enxergar a vida diferente!

Robson Hamuche
NEGRO SORRIDENTE EMPURRANDO CADEIRANTE SORRINDO POIS VENCEU SUAS DORES

Quando uma pessoa escolhe ressignificar as suas dores, ela está escolhendo transformar as experiências negativas pela qual passou em sua vida, em algo positivo.

Por Robson Hamuche

Por mais que tenha sido uma situação pesada e dolorosa, ela sempre busca enxergar o lado bom de tudo isso, bem como os aprendizados obtidos a partir de tais vivências, para que, dessa maneira, possa seguir em frente, apesar dos problemas.

Quando falamos: Ressignifique todas as dores estamos falando em agir de maneira forte e bastante poderosa, que se bem aplicada, é capaz de ajudar uma pessoa a enxergar e levar a vida de uma maneira totalmente diferente.

Ressignificar é dar outro significado, ou seja, é dar outro sentido a algum acontecimento, principalmente se tratar-se de algo negativo.

Ressignificar é perceber que nem tudo de ruim que vivemos é tão ruim assim, já que, mesmo se tratando de uma situação difícil, é possível sair muito mais forte dela, tendo a oportunidade de aprender e modificar aquilo que não estava trazendo tanto resultado assim para a nossa trajetória e evolução.

Dessa maneira, é primordial que, independentemente de ficarmos tristes com as adversidades que muitas vezes surgem e nos pegam de surpresa, nós encontremos forças em nosso interior, para visualizar as coisas boas que tais problemas estão nos trazendo, pois, dessa maneira, conseguimos seguir com a nossa vida, sem sofrer tanto com as experiências negativas.

Você já ouviu o ditado “você é seu pior inimigo”? Parece uma frase um pouco forte, porém muita gente já experimentou essa sensação.

LEIA MAIS: Ás vezes Deus acalma a tempestade, às vezes Ele acalma o marinheiro. Outras Ele nos ensina a nadar.

Por que muitas pessoas querem ser bem-sucedidas e felizes, mas, ao mesmo tempo, se comportam de uma maneira que as impede de conseguir o que querem?

Esse padrão de comportamento é chamado de autossabotageme muitas vezes nos impede de atingir nossos objetivos. Nossas dores nos impedem de enxergar a vida de maneira totalmente diferente

Mas o que está por trás da autossabotagem e por que, às vezes, fazemos coisas contrárias ao que queremos?

A autossabotagem costuma permanecer em nossas vidas por causa de uma falta de autoestima e autoconfiança. Além disso, sofremos com esses padrões porque temos grande dificuldade em gerenciar nossas experiências emocionais diárias.

Costumamos reagir a eventos, circunstâncias e pessoas de maneiras que impedem nosso progresso e nos impedem de alcançar nossas metas e objetivos.

A autossabotagem também é usada como um método eficaz para lidar com situações estressantes ou expectativas elevadas.

Por exemplo: Nós nos sabotamos quando somos incapazes de alcançar as altas expectativas que foram estabelecidas para nós. Nos sentimos incapazes de atingir algumas metas e, assim, nos entregamos ao comportamento de autossabotagem como meio de lidar com a situação.

Não importa qual seja o nosso raciocínio para a autossabotagem, é bem claro que, se não fizermos algo a respeito, continuaremos a viver uma vida cheia de arrependimentos e expectativas não satisfeitas.

“Ressignifique suas dores,acolhendo as lições impregnadas nelas, e passará de mero fantoche dos acontecimentos da vida,para cocriador da sua própria história.” Iara Fonseca

O livro “Um compromisso por dia”, escrito pelo terapeuta transpessoal e criador do Resiliência Humana, Robson Hamuche, com coautoria de Tadashi Kadomoto, do ITK, ajuda a desenvolver estes princípios.

COMPARTILHAR




COMENTÁRIOS




Robson Hamuche
Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.