Relacionamento sem confiança, não é relacionamento. É prisão!

Larissa Dias

Sofrer por amor. Quem nunca sentiu o coração partindo em mil pedaços, não sabe o que é apaixonar-se verdadeiramente por alguém. Todos nós já tivemos um amor não correspondido, ou, não correspondemos alguém. É uma dor universal.

Semana passada, estava conversando com um amigo de Carapicuíba. Eu e Juninho, estávamos relembrando amores do passado, e ele comentou sobre sua ex namorada. Ele disse que ainda a ama, mas teve que dar um fim no relacionamento porque era muito ciumenta.

Alguns dizem que ciúmes é demonstração de afeto, contudo, sentimentos assim, demonstram o quão inseguro(a) seu parceiro(a) se encontra. É impossível relacionar-se com alguém que fica te ligando a cada cinco minutos para saber onde está, e com quem está. Atitudes como essas, trazem um grande desgaste ao relacionamento. Ninguém aguenta ficar ao lado de alguém que não transmita confiança em você.

Relacionar-se é maravilhoso, entretanto, ambos devem aceitar a individualidade do outro, e ceder em alguns momentos. Hoje vou sair com minhas amigas, amanhã sairemos juntos. Hoje quero assistir à final da libertadores, e amanhã vamos ao shopping comprar um novo tapete para a sala.

Um relacionamento só funciona se ambos estiverem na mesma sintonia. Não adianta um confiar, e o outro não. Não adianta um ceder, e o outro não. Dialogar sempre será a melhor solução.

Apesar de Juninho ainda amar essa garota, disse que foi melhor assim. Por outro lado, a cada dia, está se recuperando aos poucos, e afirma que está com a consciência tranquila porque está consciente de que ofereceu a ela sua melhor versão. Se ela não soube o valorizá-lo, outra moça mais segura, saberá. Juninho me mostrou que assim como nós, mulheres, homens também sofrem por amor, e lutam para que seus relacionamentos deem certo.

Eu também já sofri por amor, e sei o quanto machuca nosso coração. Por outro lado, sei que assim como ele, lutei para que cada sentimento fosse correspondido como queria. Alguns corações, ganhei. Outros, não. Mas para cada homem que amei, ofereci sentimentos genuínos. Se todos não corresponderam conforme minhas expectativas, o problema não está em mim, muito menos, neles. Certas coisas não são para acontecer.

É preciso deixar o passado no passado, e confiar em um futuro melhor. Só porque sofremos no passado, não quer dizer que todos os amores serão iguais. Um dia, em algum lugar, alguém nos corresponderá da mesma forma.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Larissa Dias
Estudante de jornalismo, radialista por amor, escritora nas horas vagas. Adora das boas risadas, costuma passar os domingos de pijama assistindo filmes e séries. Apesar de não curtir baladas, é incapaz de recusar uma rodinha de violão, e para pra cantar junto. Mesmo desafinada, garante que é simplicidade em pessoa.

COMENTÁRIOS