Quer ser mais feliz? Tenha um animal de estimação!

ANA CAROLINA PAFETTI

O homem pode abandonar o seu animal de estimação, mas seu animal jamais o abandonará!

Com o passar do tempo, aprendi muito convivendo com diversos tipos de pessoas.

Já tive e tenho ao meu lado pessoas boas, amáveis, sinceras, honestas e amigas. Com elas aprendi o valor da amizade, guardar sentimentos bons e lembranças no coração, compartilhar histórias, vivenciar momentos incríveis.

Mas encontrei nesta caminhada muitas pessoas ruins, falsas, preconceituosas, hipócritas, desonestas, mentirosas, interesseiras e que fazem qualquer coisa para atingir o que almejam.

Há pessoas que, diante da maldade que fazem aos outros, custa-me acreditar que são, de fato, humanas. Esquecem a lei da ação e reação.

Mas, além do convívio com as pessoas, convivo também com os animais. Eles não pensam, mas sentem a nossa ausência. Não sabem falar, mas demonstram com atitudes que amam incondicionalmente.

Independentemente da situação financeira ou emocional, eles serão sempre fiéis a você! Não conseguem verbalizar seu sentimento, mas demonstram através de seus gestos.

Eles trazem conforto, principalmente em momentos de tristeza ou solidão. Os animais, considerados como seres irracionais, realizam seus atos movidos pelo seu instinto de pureza e ingenuidade, sem interesse algum. Seus sentimentos são fortes e puros em relação ao homem.

São dotados de um sentimento profundo e expressam essa forma de amor aos olhos dos homens que não entendem, não compreendem e nem respeitam um ser que é tão lindo e natural, independentemente de sua espécie.

Infelizmente vemos tantos casos de maus-tratos ou crueldade contra animais atualmente.

O homem deveria ser o mais bem-dotado de inteligência, amor e respeito ao próximo, no entanto isso não acontece.

À medida convivo com diversas pessoas, nas mais variadas situações, percebo o quanto o ser humano é desumano.

A falta de respeito com o próximo está tão grande, que algumas pessoas desconhecem o que significa isso, são egocêntricas, acham-se superiores aos outros devido a condição social ou status. Esquecem que esses quesitos não definem caráter.

O homem é um ser com atitudes que, muitas vezes, deixam a desejar, decepcionam, magoam e ferem corações.

Os animais jamais fazem isso, pelo contrário, sentem nossa tristeza e demonstram mais amor e carinho.

Para ser bem sincera, não confio em pessoas que não gostam de animais. O homem pode abandonar o seu animal de estimação, mas seu animal jamais o abandonará!

Tenha um animal de estimação e vivencie essa troca mútua e pura de amor e carinho. É uma experiência única. Com certeza você será bem mais feliz!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




ANA CAROLINA PAFETTI
Carol Pafetti (CRTP 0383/18) é Psicoterapeuta e Terapeuta Holística, Terapeuta de Regressão de memórias e Vidas Passadas, Mestre em Reiki Usui / Reiki Cristão / Reiki Xamânico e Shamballa Multidimensional, Dietoterapeuta e Nutroterapeuta Oriental, Terapeuta Esteticista e Cosmetóloga. Formada no Instituto Terceira Visão. Instituto credenciado pela Sociedade Brasileira de Holo-Sistêmica (SBHolos).