“Quem tem que ir ao psicólogo são os “pais” e não a criança”, diz terapeuta familiar.

Por Constance Suarez

Antonio Ortuño propõe um modelo educacional sem punição e baseado no semáforo “inteligente”.

A relação pai-filho é complexa. Não há manual sobre como criar um pequeno ser humano, nem um emprego. Um pequeno guia é útil.

Foi isso que o psicólogo infantil-jovem e terapeuta familiar Antonio Ortuño tentou fazer durante sua carreira, uma pequena ajuda aos pais para educar seus filhos no que ele chamou de “parentalidade positiva”.

O psicólogo usa um semáforo “inteligente”, no qual cada cor marca quem toma a decisão e se é firme ou pode ser debatida.

Como funciona o Semáforo?

A cor vermelha corresponde às decisões que os adultos devem tomar porque as crianças não têm capacidade para fazê-lo;

O Amarelo é para aqueles aspectos que podem ser acordados, já que os mais pequenos já têm autonomia, mas precisam de controle;

E o verde corresponde à fase em que as crianças já tomam suas decisões e os pais estão lá em caso de necessidade de ajuda, explicou Ortuño.

O objetivo é resolver “os conflitos mais comuns que pais e mães têm com os filhos, desde o momento em que vão para a cama até acordarem; e administrá-lo com boas práticas educacionais, isentas de punição, raiva, censura … que no final não funcionam ”, explicou ele no dia organizado pela Confederação Ampa Gonzalo Anaya.

A “ponte” que as crianças atravessam para seguir adiante em suas vidas é baseada nos pilares do amor e da autoridade, e o equilíbrio entre os dois é “a chave”, acrescentou o profissional.

Ele também mencionou a importância de saber como dizer “não” às crianças sem quebrar suas ilusões. O método de semáforo seria uma ferramenta para conseguir isso.

Para Ortuño quando os pais pensam que: “a criança tem que ir ao psicólogo”, é preciso identificar o semáforo atentamente para entender que talvez aqueles que precisam ir ao psicólogo são os pais e as mães.”

O que você acha?

*Tradução e adaptação Iara Fonseca REDAÇÃO RH. *Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia