Quem engole sapos, acaba se intoxicando com o veneno dos outros!

Se você é uma pessoa que não consegue expressar o que sente, você claramente não sabe lidar com as suas próprias emocões. E quando você não consegue organizar os seus pensamentos para dizer o que é preciso quando a situação pede, você somatiza, e se envena com a toxidade dos outros.

Se você sente que a conversa vai ser difícil, você evita a pessoa, abre um sorriso amarelo, e finge que não se sentiu ofendido, ou não liga. Mas no fundo, lá dentro de você, as emoções estão em ebulição e o seu silêncio te adoece aos poucos.

Não beba o veneno, sem ter certeza que você terá o antídoto. Porque quando você escolhe não expressar o que você sente diante de uma situação que fere os seus valores por medo ou preguiça, é você quem acaba envenenado.

Mas o que você pode fazer diante daquilo que te desagrada e te incomoda? Como fazer para não beber esse veneno?

Você precisa olhar para a situação como um observador e falar com clareza, objetivamente, sem se alongar demais.

Você precisa passar a sua mensagem de uma forma segura, verdadeira, sem ofender ninguém.

Evite vomitar as suas angustias e descontentamentos de uma forma raivosa e cheia de acusações. Você pode falar o que pensa com respeito.

Não coloque peso demais nas palavras, espere o seu tempo de fala, escolha um momento em que o outro esteja mais sereno e aberto ao diálogo.

Mas não desista de dizer o que você precisa dizer, não guarde para você porque tudo o que você guarda, cresce. E uma hora, sem mais nem menos, você explode e diz o que não precisava dizer, depois se arrepende.

Não tenha medo de dizer o que você sente, se o que você quer dizer é importante pra você, dependendo de como for falado, o outro passa até a te admirar depois. Porque as pessoas percebem quando a gente está seguro em nossas avaliações.

Mas o contrário também acontece. Quando você não sente segurança naquilo que você quer dizer, e só tece julgamentos, faz exigencias e cobranças, o outro não valida a sua fala e a conversa desanda para uma situação de conflito, que poderia ter sido evitada, se você tivesse refletido antes de falar.

Quer parar de engolir sapo e se envenenar com a toxidade dos outros? Aprenda a impor limites claros com educação. Você pode ser firme e gentil. Não precisa ser grosso e arrogante para ser acertivo.

Se você só reage e critica as pessoas depois que a situação acontece, e não diz o que você sente, quem bebe o veneno é você.

Aprenda a expressar o que você sente com amor, e você vai sair de situações complicadas com elegância.

Quer aprender como fazer isso? Me chama no direct @rhamuche e agende uma consulta individual.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar. Foto de Hunter Newton no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.