Quebrando 10 preconceitos contra a pobreza – (Passar por dificuldades financeiras não significa ser pobre de espírito!)

Luciano Cazz

“Passar por dificuldades financeiras não significa ser pobre de espírito. E isso é maravilhoso, pois o que levamos dessa vida não é o dinheiro, e sim, a riqueza do coração. É essa fortuna de humanidade que abre as portas do paraíso para nossa alma.”

Muitas vezes o preconceito, no sentido literal de antecipar um conceito erroneamente, leva as pessoas a acreditarem em capacidades diminuídas de quem não tem dinheiro, associando a pobreza à falta de qualidade como ser humano. E isso está completamente errado!
Afinal de contas, ser pobre não significa:


1 – Ser egoísta
Muitas pessoas são capazes de compartilhar o pouco que têm. São almas evoluídas que acreditam piamente que onde come um, comem dois. Então, quando todos esperam que sejam apegadas ao pouco que têm, elas nos dão uma lição de vida com sua generosidade sem tamanho.

2 – Ter menos valor que os outros
O que define a grandeza das pessoas não é a conta no banco, mas seu caráter e suas atitudes. Um pobre generoso vale muito mais que um milionário sovina. Um coração seco não tem valor algum mesmo com correntes de ouro.

3 – Ganhar pouco dinheiro
Engana-se quem pensa que uma pessoa que mora numa casa simples e anda de ônibus não ganhe um bom salário. Às vezes, é só uma questão de prioridades. Elas investem em outras coisas como viagens ou estudos. Ou ajudam tanta gente que acaba por não sobrar nada para elas mesmas.

4 – Ser ignorante
O fato de a pessoa ter nascido ou se encontrar em um momento difícil financeiramente não significa que ela não possua inteligência. Aliás, é exatamente essa inteligência que ajuda muitas pessoas a saírem de uma situação tão complicada. Enquanto pode haver ricos que, por sua vez, estejam na ignorância por acreditarem que seu dinheiro os faz melhores do que os outros.


5 – Ser malandro
Hoje em dia está mais do que claro que malandragem e falta de caráter não é exclusividade de pessoas com baixa renda, pelo contrário. Diariamente nos deparamos com notícias de pessoas que se deram bem na vida agindo de forma desonesta e ficaram ricas por causa de atos indevidos e seu pobre coração.

6 – Ser infeliz
Existem milhares de programas agradáveis sem custo como, por exemplo, curtir a natureza ou ver filme em dia de chuva, principalmente, quando estamos com pessoas que nos fazem bem. Então, até jantar na carrocinha do X-tudo com bons amigos nos faz feliz. Sem falar que dormir de conchinha depois de fazer amor é de graça e não existe nada melhor que o dinheiro possa comprar.

7 – Ser incapaz
Fatores externos podem colocar você em uma situação financeira difícil, mas isso não apaga sua capacidade de dar a volta por cima, nem sua força para lutar de forma honesta por uma vida melhor. Às vezes, é difícil. Sentimo-nos impotente, mas não esmoreça! O universo só nos manda aquilo que somos capazes de aguentar.

8 – Ser fraco
As pessoas pobres têm de lutar contra muitas adversidades na vida e isso as torna mais fortes que do que quem já recebeu tudo pronto. É como construir a própria casa ou comprá-la. A casa é a mesma, mas quem construiu guarda aprendizagens, experiências, lutas e conhecimentos que o tornam muito mais rico e seguro.

9 – Ter vergonha
Não existe vergonha alguma em não se ter dinheiro. Vergonha é não ter caráter, não saber ser gentil e verdadeiro. Vergonha é roubar, trair, prejudicar os outros. Quem luta dignamente diante de todas as dificuldades para sobreviver tem mais é que ter orgulho de si mesmo.

10 – Não ter amigos
Nem sempre os ricos encontram amigos de verdade, embora estejam sempre cercados de muita gente. Dinheiro e status atraem pessoas interesseiras. Agora se você tem amigos ao seu lado mesmo quando a situação está difícil e a carteira está vazia, pode ter certeza, você é um milionário!

Portanto, entenda que o valor de um ser humano não se guarda na carteira. Você é maravilhoso mesmo sem grana e ter riquezas materiais não significa ser do bem. Como diz a célebre frase de autor desconhecido:

“Tem gente que é pobre, mas tão pobre, que só tem dinheiro…”

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Luciano Cazz
"Luciano Cazz é publicitário, ator, roteirista e autor do livro A Tempestade depois do Arco-íris."