Que as pessoas falsas não sejam merecedoras dos nossos sentimentos mais verdadeiros

Pamela Camocardi

Que as pessoas falsas não sejam merecedoras dos nossos sentimentos mais verdadeiros!

Todo mal premeditado tem efeito temporário e retorno certo. Pode escrever aí: o que você plantar, você irá colher.

Falsidade. Tá aí uma palavrinha que não suporto.

Talvez por ter encontrado milhares de pessoas que carregavam a tal “qualidade” escondida na personalidade e a manifestava nos momentos mais improváveis, mas a verdade é que falsidade é uma coisa que me incomoda e muito.

É feio julgar, puxar saco, puxar tapete, falar da vida alheia, prejudicar o outro. É feio! O problema é que grande parte das pessoas se acostumou com isso e parece não se importar em conviver com pessoas falsas.

Se pararmos por um momento para pensarmos, entendemos que conviver com pessoas falsas é um grande risco a nossa sanidade e ao nosso equilíbrio emocional.

Note isso pelo comportamento quase padrão que elas carregam: agem por interesse próprio, criticam pelo simples prazer de verem o outro mal, aproximam-se dos que julgam “superiores”, buscam sempre se beneficiarem de alguma situação e denigrem a imagem alheia para se autoafirmarem como “melhores”.

O grande problema disso tudo é que muitas vezes não percebemos quando uma pessoa tóxica está perto de nós, uma vez que a falsidade nem sempre é explícita.

Por isso, precisamos estar mais atentos e mais sensíveis aos sinais emitidos pelos comportamentos. Não podemos aceitar que a falsidade seja encarada como algo normal.

Até porque ela não é!

Normal é ser sincero, ter caráter, jogar limpo.

Normal é querer o bem, desejar o bem, fazer o bem e não o contrário.

E sabe de uma coisa?

O mundo está cheio de pessoas merecedoras dos nossos sentimentos mais nobres.

Precisamos acreditar no amor incondicional, na amizade sincera e nos sentimentos recíprocos.

Precisamos discernir o bem do mal e lembrar que o mundo gira e gira muito rápido.

Todo mal premeditado tem efeito temporário e retorno certo. Pode escrever aí: o que você plantar, você irá colher.

Então, deseje o bem, pratique o bem e que o que for seu encontrará um caminho de chegar até você.

A lei do retorno não falha.

Não importa quantas pessoas querem te derrubar, te humilhar ou te prejudicar. O bem sempre prevalecerá e isso é incontestável.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Pamela Camocardi
A literatura vista por vários ângulos e apresentada de forma bem diferente.