Quanto tempo você está perdendo olhando para “supostas” imperfeições que ninguém mais vê? Se você está se sentindo totalmente indesejável, leia isto!

Por Amy Horton

Primeiro, saiba que simplesmente não é verdade. As histórias que você conta a si mesmo são mentiras.

Você não é as palavras degradantes que sussurra em sua mente enquanto olha para cada falha percebida, nu na frente de um espelho de corpo inteiro mal iluminado, esticando o pescoço e torcendo-se para se julgar com mais severidade.

Quanto tempo, quanta energia você está perdendo olhando para supostas imperfeições que ninguém mais vê?

Você é um ser lindo, por dentro e por fora, e você é exatamente como deveria ser neste momento. Quando você diz a si mesmo o contrário, você esmigalha seus próprios alicerces. O mundo já é difícil para você, doce alma. Não precisa ficar na linha de frente de sua própria destruição.

Você não é incapaz, ou estúpido.

Você pode pensar isso por causa das histórias que conta a si mesmo, ou podem ser histórias que outros insidiosamente, ou mesmo sem saber, deslizaram para o seu subconsciente.

Talvez você tenha ficado preso sob essas narrativas venenosas por tanto tempo que realmente não vê como escapar. Este não é o seu fardo para carregar.

Você é a única pessoa que pode libertá-lo de sua própria dor, não importa quanta raiva e mágoa você sinta em relação ao seu passado. Não foi sua culpa.

Não deveria ter acontecido, mas aconteceu.

Agora cabe a você decidir se vai continuar segurando as lâminas de facas que outros colocaram em suas mãos inocentes, sangrando ressentidamente por todo o corpo, muito depois de terem partido.

Você não é indigno de paz, realização e amor.

Na verdade, é exatamente o oposto.

Aqueles de vocês que sentem isso mais profundamente fazem da sua missão na vida dar às pessoas ao seu redor todo o carinho e a realização que sempre quiseram para si.

Talvez você faça isso porque espera recebê-lo da mesma maneira.

Talvez você simplesmente saiba como é doloroso se sentir tão intrinsecamente indigno e desejar que os outros escapem dessa mesma dor. De qualquer forma, você tem uma alma preciosa e merecedora.

Cada ser neste planeta tem direito a uma existência satisfatória e alegre, seja o que for que isso signifique para cada um deles de maneira única. Você não é diferente.

Você não é um ser humano mau ou irremediável.

Há algo de bom em você, provavelmente muito mais do que você admite para si mesmo.

Não importa qual seja sua história, não importa o que você tenha feito, dito ou sentido, você tem valor.

Nunca é tarde demais para mudar seu caminho e mudar de direção, contanto que você tenha o desejo e a disposição de quebrar seu antigo eu a serviço do novo.

Desligue essa voz horrível e crítica em sua cabeça que diz que a mudança é impossível.

Não há nada além de mudança na vida – é a única certeza real.

Se você se sentir perdido, preso, com medo de entrar em sua própria verdade, saiba que não está sozinho.

A maioria dos humanos carrega o peso das emoções e medos reprimidos o dia todo, todos os dias.

Não há problema em pedir ajuda. Não sofra em silêncio. Não vale a pena.

Você é digna. Você é linda. Você é tão incrivelmente adorável. Não existe outra pessoa como você no mundo inteiro.

Quão assustadoramente afirmativo é esse conceito? Você é único e é perfeito exatamente como é – seu verdadeiro eu, sua verdadeira essência.

Deixe de lado a toxicidade que só funciona para empurrá-lo para o desespero.

A maior parte da bagagem que você está carregando provavelmente nem é sua.

Alguém deu a você.

Devolva. Deixe ir.

Largue-o e siga em frente, leve, livre, confiando que poderá encontrar o seu caminho.

Você, não é apenas adorável, você é pura magia.

Sua própria existência é um milagre.

Entre na luz a que pertence.

*Tradução e adaptação REDAÇÃO RH. Com informações Thought Catalog
*Foto de Kamila Maciejewska no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia