Quanto mais você foca no outro, menos você faz por si mesmo.

Muitas pessoas passam a vida toda perseguindo o sucesso porque não conseguem se sentir completamente realizadas com o que possuem. A obsessão por projeção gera comparação e acreditam que só serão felizes quando conseguirem conquistar uma posição que a eleve em relação aos outros.

Para essas pessoas, o que elas têm é pouco se comparado aos poderosos do mundo. Só que, o que elas não percebem, é que só alcança o sucesso quem foca na própria vida e não na vida dos outros.

O desejo de estar acima de tudo e de todos é o que nos impede de perceber que já somos felizes.

Quando o nosso foco está fora, não conseguimos reconhecer que já temos muito do que precisamos e que muitas pessoas não tem o que temos, por isso, gostariam de estar no nosso lugar hoje.

Quando você se compara com quem tem mais do que você, você se sente infeliz e, automaticamente, invalida as suas conquistas. Quando você se compara com quem tem menos, você se sente abençoado, e mais, desenvolve a compaixão e empatia.

Ao se comparar com quem tem mais, você fica paralizado (a) pelo medo e perde grandes oportunidades. Você se desconecta de si e não consegue perceber as chances que estão disponíveis pra você. Você deixa de lado o que precisa fazer e começa a focar em tudo o que você ainda não fez. E começa a colher resultados negativos.

A verdade é que não dá para focar em duas coisas ao mesmo tempo.

Quanto mais você foca no outro, menos você faz por si mesmo.

Você acaba não conseguindo realizar o que, para você, é realmente importante.

Você começa a procrastinar porque, inconscientemente, você tem medo de não conseguir fazer algo tão bom quanto aquilo que o outro já fez.

Você começa a seguir modelos prontos, a copiar as estratégias dos outros, a valorizar mais o ter do que o ser, e esse sentimento de posse, te leva a priorizar mais as coisas materiais do que as virtudes espirituais.

Você olha para a sua vida e se sente insatisfeito. Isso porque, você perde tempo precioso se comparando com quem já chegou onde você quer chegar.

Quando você não consegue enxergar beleza nas coisa simples, nem reconhecer as suas pequenas vitórias, o medo de não conseguir ser tão bom quanto o outro, te paraliza.

A comparação é a chave que te prende ao fracasso.

Mas quando você decide parar de olhar para fora e começa a valorizar os seus talentos, que te fazem único, você consegue se colocar em movimento, apesar do medo.

O seu sucesso depende da sua ação positiva diante das dificuldades que a vida te apresenta.

Ele acontece quando você não trava diante do medo do desconhecido, e não fica preso aos erros do passado – quando você resolve aprender com eles e começar a fazer o melhor que você puder, hoje.

É quando você passa a se sentir em paz consigo mesmo e transmite essa paz para o mundo, enquanto aproveita a jornada, sem se preocupar com o destino.

É a sua paz de espírito ao focar em si mesmo e atender as suas próprias necessidades que fará de você um sucesso.

Foca na sua vida!

Quer focar em si mesmo e saber o que você pode fazer hoje, para começar a colher o que você merece? Clica nesse LINK agora e participe de uma sessão de AUTOEXPANSÃO.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Iara Fonseca, jornalista, escritora, editora de conteúdo dos portais Resiliência Humana, Seu Amigo Guru, Homem na Prática e Taróloga, facilitadora do método de AUTOEXPANSÃO.
Para agendar uma SESSÃO DE AUTOEXPANSÃO com a Iara, mande um direct para @ESCRITORAIARAFONSECA

Foto: Steve Jobs – Getty Images

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Jornalista, escritora, editora chefe e criadora de conteúdo dos portais RESILIÊNCIA HUMANA, SEU AMIGO GURU e HOMEM NA PRÁTICA. Neurocoaching e Mestre em Tarot. Para contratação de criação de conteúdo, agendamento de consultas e atendimentos online entrem em contato por direct no Instagram @escritoraiarafonseca .