Quantas desculpas você está dando para não sair do banquinho da vítima?

Quando aprendi a comemorar a vida todos os dias e parei de deixar tudo para amanhã, percebi que a vida é o meu maior presente e que ninguém sabe quanto tempo ainda nos resta.

Talvez, você esteja esperando que algo grandioso aconteça amanhã para que você possa finalmente agradecer o presente e a graça alcançada. Talvez você ainda não consiga sentir que a sua vida é o seu maior presente!

Muitas pessoas não conseguem celebrar a vida, se sentem deprimidas, angustiadas, insatisfeitas e vão deixando os dias passarem, sem se darem conta que, cada dia perdido é um tesouro que se joga fora.

Quando você acredita nas infinitas possibilidades que a vida pode te oferecer em um novo dia, você acorda radiante feito o sol e celebra a dádiva de estar vivo.

Quando o seu coração está aberto para o amor, você não comemora apenas quando algo bom acontece, você comemora cada passo dado, todos os dias.

Você sai do banquinho da vítima e começa a ser protagonista da sua história, porque você ama a sua vida exatamente como ela é.

A gente não sabe o dia de amanhã, a gente não sabe se amanhã estaremos aqui, por isso, você deve aproveitar cada minuto como se fosse o último.

Nós reagimos no presente de acordo com o que temos guardado em nosso inconsciente.

Freud dizia que 95% das nossas ações vem do inconsciente. Então, todas as memórias e tudo o que a gente vivencia fica armazenado nele. É tanta coisa que guardamos nele não só das experiências que vivemos, mas também acabamos somatizando informações do inconsciente coletivo e dos nossos ancestrais.

Se você não consegue comemorar a sua vida, esse é um sinal de que você guarda muita dor no seu inconsciente, que você se sente vítima, injustiçada (o) e impotente.

Você reage a elas a todo instante, por isso, não consegue se sentir bem consigo mesma (o).

Se você chega em algum lugar ou encontra alguém e sente um desconforto, você está, automaticamente, acessando uma memória de dor, mesmo que você não consiga se lembrar, o sentimento é uma memória. Imediatamente, você precisa dissolver esse desconforto, mas você não sabe como fazer isso, e acaba guardando mais essa impressão negativa dentro de você.

Se você não faz nada para ressignificar as suas dores, você senta no banco da vítima e cria desculpas para não fazer o que precisa ser feito.

O Ho’oponopono tem o poder de limpar essas memórias de dor. Porém, muitas pessoas não acreditam que ele pode realizar pequenos e grande milagres em suas vidas. Elas acham que, 4 frases não serão capazes de acabar com o seu sofrimento, e assim, dia após dia, a dor vai vencendo o amor.

Você pode duvidar, mas pelo menos experimente praticar com intenção positiva, porque quando você se coloca nesse lugar de perdoar e perdir perdão, você se abre ao amor e se liga a gratidão. E vibrando na gratidão, você experimenta a abundância do Universo.

Repita essas 4 frases, quantas vezes o seu coração te pedir:

“EU SINTO MUITO, POR FAVOR ME PERDOE, EU TE AMO, SOU GRATO”.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Juliana Vasilian. Visite o seu Instagram @julianavasilian e o seu canal no Youtube Juliana é terapeuta transpessoal, especialista em Desenvolvimento Humano – Devolvendo o SORRISO DA ALMA
+ de 1000 transformações diárias. CLICA AQUI NESSE LINK PARA SE CONECTAR COM ELA.

*Foto de Dmitry Schemelev no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Especialista em Desenvolvimento Humano Devolvendo o SORRISO DA ALMA + de 1000 transformações diárias Se permita olhar para si