Quando uma pessoa não está a fim, ela envia sinais. Fique atento(a)!

Anieli Talon
Couple in field, letting go of each other's hands

Quando uma pessoa não está a fim, ela envia sinais. Não é falta de tempo, pode ser mesmo real falta de interesse.

Às vezes, a pessoa vai dizer que esqueceu de ler a mensagem porque recebeu inúmeras e a sua ficou lá embaixo. Ou que o dia estava tumultuado e que mal pegou o celular, ou que não teve tempo de ouvir seu áudio porque a bateria acabou bem na hora em que uma nave espacial passou e o(a) abduziu. (risos)

E assim podem surgir diversas justificativas para o off que ele (a) lhe deu. Está tudo bem! Pode ser que o gato (a gata) tenha mesmo ficado ocupado durante a semana, mas ligue-se nos sinais e nos movimentos.

Porque nesse jogo, pode ser que, com medo de magoá-lo(a), ele(a) diga coisas para deixá-lo (a) menos aflito(a), mais confuso(a) e que emendem no seu real desinteresse e/ou vontade de que você fique ali, caso ele (a) mude de ideia.

Saiba identificar as ciladas! Às vezes, é bom ligar “semancol” e se retirar. Não há nada mais chato que ficar na sala escura, enquanto o outro já foi e apagou a luz, não desejando assim voltar. Ou pior, ficar na “geladeira” esperando uma vaga na agenda do gata (da gata) para usufruir de sua companhia! Menos menos.Não se faça de bobo (a) nem de inocente. A falta de interesse fica sempre evidente quando a falta de tempo é a resposta.

Ninguém é tão ocupado assim. Uma prioridade sempre tem um encaixe. E se você sente que está longe de ser uma, é porque provavelmente seja isso mesmo. Você no fundo sabe, porque a intuição sempre alerta para este tipo de situação. Ouça mais seu coração.

Não queira migalhas quando você pode ser servir de um banquete!

Ou melhor, escolha outras companhias! E não precisa ser apenas masculina (feminina) viu?! Saiba preencher seus dias com sua própria companhia, valendo-se de todos os mimos que você merece ou da companhia daquela sua amiga (daquele seu amigo) super divertida (a)!

Sabe por quê? Quando se quer, sempre se arranja um jeito. Acerta os ponteiros, arruma tempo, atravessa cidade, enfrenta tempestade! Não tem essa de desculpinha.

O problema é quando existe a indecisão.

Não se resolver na vida acaba prejudicando outras vidas. Não sabe se casa ou compra bicicleta? Decida-se primeiro antes de se envolver. Não brinque com o sentimento das pessoas. E saiba também onde pisa! O terreno pode ser bonito mas pode ser perigoso!

O melhor é quando o jogo é limpo! Dizer o que está rolando é o melhor poupador de tempo e energia. Assim ninguém se magoa, e a verdade será sempre o melhor caminho para ambos. Se vai doer ou não, isso é outro papo.

Como diz a frase de Nina Simone “Você tem que aprender a levantar-se da mesa quando o amor já não está mais sendo servido ” – neste caso – levante antes mesmo que vire amor.

Uma atração que não dá retorno é o caminho da desilusão. Não se deixe por menos. Faça novas escolhas! Seja esperto(a). Não perca tempo quando isso é tudo o que você tem.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Anieli Talon
É jornalista, atriz e tem a comunicação como aliada. Escritora por natureza, tem mania de preencher folhas brancas com textos contagiados por suas inspirações.