Quando Tento Fugir De Mim Mesmo

Lucas Correa

A fuga parte do princípio de correr do perigo, mas quando isso acontece dentro de nós; qual seria a escapatória?

No momento que estamos enfrentando situações de conflito, a primeira alternativa seria desistir de tudo, se entregar para os problemas.

Quantas vezes já tentei fugir de mim mesmo e deixar a vida me levar. O maior erro que o ser humano pode cometer é não saber onde se quer chegar!


Não adianta parar no caminho, já que não sabe onde quer ir, qualquer coisa serve, a responsabilidade de decidir é nossa.

É incontrolável aquela vontade de pegar um ônibus ou avião e partir sem deixar o endereço, ainda que na realidade essa vontade não condiz com o mundo físico, na mente vem aquela vontade de abandonar os nossos sonhos, desejos e amores, tudo isso é bem real.

Quando se deixa influenciar pelos pensamentos negativos, logo em seguida vem a desistência, a tendência é que tudo venha piorar.

Uma vez que permitimos, tudo pode acontecer, às vezes é necessário paramos um pouco, andar de vagar para não nos cansarmos, colocar as coisas no lugar é essencial.

Maior que julgar o outros é julgar a si mesmo, pelo que poderia ter feito e dado certo.

Chegará um dia na vida, ainda não o vivenciei, mas nos cobraremos rudemente pelos ganhos e perdas, e eu quero estar muito feliz, sem idealizar aquilo que eu não fiz por mim mesmo, quero aceitar os fatos e a vida como ela é.

Não quero chorar por aquilo que não deu certo, mas quero me engrandecer pelas minhas escolhas!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Lucas Correa
Sou Lucas Corrêa, Escritor Amador e desde pequeno sou apaixonado pela escrita, busco uma parceria com vocês do Resiliência Humana. Atualmente tenho um blog: "Seja feliz sempre", publico textos sobre dicas para motivação pessoal e bem-estar.

COMENTÁRIOS