Professora tem convulsão na sala de aula e alunos da 1ª série ajudam a salvar a vida dela

“Agradeço a Deus todos os dias por eles”, disse a professora.

Para os professores, deve ser terrível imaginar o que aconteceria se eles passassem mal em sala de aula. Mas quando uma professora no Alabama caiu no chão, ela pediu a seus jovens alunos que procurassem ajuda – e assim eles fizeram.

Tracy Hodges, que dá aula para a primeira série, acordou de manhã se sentindo bem. Mas, já na escola, começou a ter a visão embaçada. Na frente dela estava um grupo de 12 alunos, e ela não conseguia distinguir os rostos deles.

As crianças perceberam que algo estava errado com a professora. No entanto, pensaram que ela estava apenas brincando.

“Foi assustador para mim porque eu sabia que eles teriam que ver algo que provavelmente não precisavam”, compartilhou Hodges com o USA Today.

“Mas não teve outro jeito, porque eu não conseguia encontrar o caminho para sair pela porta”, acrescentou.

“Sra. Hodges estava tremendo e pensamos que ela estava apenas brincando. Depois, ela caiu da cadeira e bateu a cabeça”, relatou Dalton Widener, de seis anos, que estava entre os alunos presentes.

Emily Johnson, de sete anos, explicou: “Ela caiu da cadeira e seus óculos também”.

Antes que a professora perdesse a consciência, ela disse para as crianças buscarem ajuda. Dois alunos ficaram com ela e os demais se espalharam pelos corredores em busca de socorro.

“Algumas pessoas foram chamar o outro professor e depois fomos buscar a enfermeira”, compartilhou Widener.

A bibliotecária da escola, Heather Snyder, viu as crianças, a enfermeira e outra professora nos corredores e decidiu reunir todas as crianças para consolá-las e apenas tentar mantê-las calmas até que se descobrisse o que estava acontecendo.

Uma das alunas da primeira série permaneceu na classe para explicar aos profissionais médicos o que havia acontecido com a professora antes que ela ficasse inconsciente.

Diagnóstico e gratidão

Felizmente Hodges recuperou a consciência. Depois que o hospital realizou um teste de COVID que deu positivo, os médicos disseram que a convulsão estava relacionada ao vírus.

Enquanto Hodges começava a se recuperar, a escola precisava tranquilizar as crianças e os pais. Eles, obviamente, ficaram assustados ao testemunhar a emergência médica, então a professora estendeu a mão para eles para compartilhar que ela estava bem.

Hodges acredita que as crianças ajudaram a salvar sua vida. Disse ela:

“Não consigo imaginar como eles se sentiram aos sete anos, tendo que enfrentar isso. Mas se eu estivesse em casa, provavelmente estaria sozinha porque minha família estava no trabalho e na escola. Então eu estava no lugar certo na hora certa, porque eles cuidaram de mim. Agradeço a Deus todos os dias por eles”.

Veja o post que a escola fez no Facebook:

HODGES' HEROES: January 20th started as just another school day for Tracy Hodges and her first grade students at Cedar…

Publicado por Limestone County Schools em Quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

*DA REDAÇÃO RH.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia