Precisamos aprender a perder com elegância e a ganhar com humildade

Aline Felix

Não sei se a maioria das pessoas sabe perder, pois eu não sei. Sou aquelas pessoas que ainda choram por semanas quando perde algo, principalmente quando um relacionamento acaba. Por mais que tentemos dizer que não deu certo porque não tinha que dar, que assim que tinha que ser, eu sinto um enorme vazio, uma profunda dor no coração independente do motivo.

Há quem vá discordar, dizendo que relacionamento não é algo que se ganha ou perde. Mas vejo pelo lado emocional, da relação, dos ganhos que se vem com ela como o amor, companheirismo, confiança, amizade, lealdade, carinho, etc. Querendo ou não, quando você está em um relacionamento seja ele qual for você acaba se apegando a todas essas coisas maravilhosas que te faz sentir-se completo.

Na vida, infelizmente, ainda perderemos muito.

Acontece! Já começa na infância, perdendo carrinhos, peças de brinquedos, lápis de cor, e isso vai aumentando conforme vai crescendo. As perdas vão mudando… Podemos perder um dia no parque porque ficamos doentes, uma festa na praia porque os pais não nos deixaram ir, e vai ficando cada vez pior, perder um amigo que acreditou ser para a vida inteira, perder para sempre um ente querido, perder dinheiro, emprego, relacionamentos e todo dia é uma devastação diferente.

Não há um manual na vida que nos ensine a lidar com tudo o que perdemos ou vamos perder. Alguns, como eu, passam muito tempo chorando pelo que perdemos e outros se erguem rapidamente e pulam para a próxima página. E é esse modo, mais prático, não fácil, que eu e você deveríamos seguir.

Passamos muito tempo nos lamentando pelo que já foi e esquecemos que temos muitos dias para conquistar, talvez, o que perdemos, ou conquistar novas coisas. Nos prendemos muito ao sentimento ruim, nas coisas que passaram e isso, nos barra de viver o novo, o desconhecido e de enfrentar o mundo.

Eu sei, que às vezes, cansa ficar perdendo toda hora, e que parece que nunca vamos ganhar ou vencer na vida. Mas já parou para pensar, no quanto perdemos só com esse pensamento, quando poderíamos estar indo atrás de novos objetivos, uma nova vida, um novo amor, uma nova fase. Perdemos muito tempo!

É perdendo que ganhamos. Ganhamos mais experiência, conhecimento, aprendemos a lidar com diversas situações e de modo diferentes. As perdas muitas vezes também são ganhos. Não fique pensando no que se foi, pense no que virá. Se dê uma chance!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Aline Felix
Nascida em 1989, na cidade de São Paulo é formada em jornalismo pelas Faculdades Integradas Rio Branco. Blogueira e metida a escritora é apaixonada por prosas, crônicas e contos. Seus sentimentos e pensamentos ela expressa em seu blog “pelos olhos da cidade”. Dedicada, esforçada, exageradamente dramática e otimista, procura ver a vida de uma forma simplista. É uma antítese incessante.

COMENTÁRIOS