Por vezes, é necessário ser louco para seguir adiante. É loucura também escolher ficar onde está

Juliana Manzato

Por vezes, é necessário ser louco para seguir adiante. É loucura também escolher ficar onde está

“É loucura”, diziam. A gente sabe que é, mas continua. Motivos não faltam, eles estão por todos os lados.

Às vezes, é para tapar um buraco, em outras para sair de um buraco.

Às vezes, é só para passar o tempo, em outras vezes é para valorizar cada segundo.

Nem sempre a loucura, é tão louca assim. Loucura é tentativa, sabedoria. É saber que o poço sempre pode ser mais fundo e que o céu nem sempre é o limite.

A loucura anda de mãos dadas com a tentativa. Enquanto você tentar, estará sendo louco.

As pessoas gostam de quem desiste, é mais fácil para se conformar. Só que, veja bem, a minha tentativa é diferente da sua, o meu limite é diferente do seu, portanto, a minha loucura é uma, a sua é outra, e aí está a luz da sabedoria.

Podemos sim olhar para o lado e achar loucura, jamais se arriscando naquela situação. Mas podemos também, olhar para o lado e ver que a loucura alheia nos dá coragem.

Por vezes, é necessário ser louco para seguir adiante. É loucura também escolher ficar onde está.

Alguém está se inspirando na sua loucura, justamente por vê-la como sabedoria.

Se tem uma coisa que aprendi nesses últimos anos, é que o meu medo de errar não estava me permitindo os verdadeiros aprendizados.

É preciso tentar de novo, mais uma vez, e mais uma, e talvez a última, por mais loucura que pareça, é necessário.

Você não tem que deixar de tentar por que alguém lhe fala isso. Existe dentro de cada um de nós um guia. Nós, mulheres, temos uma anciã que sabe guiar como ninguém nossas tentativas, loucuras e sabedoria. Ela não é especificamente a intuição, mas ela é aquela certeza que aparece, a manifestação através de uma mensagem, a história recontada, a vontade de ir até o nosso fim.

Quando há o ressignificado da loucura, entendemos finalmente que, na verdade, estamos quebrando padrões e trazendo para a luz a sombra que os outros fizeram em nós.

Loucura é a luz para sabedoria, não se engane!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Juliana Manzato
Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Faz da vida poesia e textos. Muitos textos! Sonhos? Vive deles