Por que nos desgastamos por coisas que não dependem só de nós?

Patricia Tavares

Por que nos desgastamos por coisas que não dependem só de nós?

Todos os dias lidamos com várias situações na vida.

Por mais que nos esforcemos as coisas muitas vezes não saem como gostaríamos.

As nossas relações tem as dificuldades humanas, mas não aceitamos certas limitações nossas ou dos outros, e cobramos, entramos em discussões infrutíferas, conflitos. E nos desgastamos por coisas que não dependem só de nós.

Nos desgastamos por não entendermos atitudes, desconexões, comportamentos equivocados.

Nos desgastamos porque fizemos tudo certo ou tentamos fazer e saiu tudo errado.

Estresse, chateação, tristeza.

A desmotivação toma conta, o descrédito também, na maioria das vezes queremos é nos afastar de coisas e pessoas que nos fizeram sofrer.

Por vezes é necessário e profilático. Por outras vezes não temos como fazer isso, ou não é o melhor daquela situação. E necessitamos encararmos, lidarmos, crescermos.

Em determinadas ocasiões específicas a fórmula não é exatamente esta, o afastamento total, necessitamos entender que a vida tem várias etapas, várias estações.

Somos cocriadores de nossa própria realidade e emoções, muito mais do que de fatos e acontecimentos ou de prever reações das pessoas.

A inteligência emocional requer que consigamos administrar de forma mais equilibrada, saudável, harmônica, os nossos sentimentos, emoções e reações diante de fatos, situações, independente de serem bons ou ruins.

Independente da atitude e reação das pessoas, encontrarmos uma postura de paz, de equilíbrio, para lidarmos com qualquer coisa ou pessoa.

Não é algo fácil de se conseguir, mas um treinamento, um aperfeiçoamento, dia após dia.

É fundamental evoluirmos em nosso interior em todos os aspectos, transformando, ressignificando todo e qualquer sentimento negativo, de dor que tenhamos vivenciado, sofrido em qualquer momento de nossa história.

Esses sentimentos fazem parte de nós, e nos ajudam a entender melhor nossas reações, nossas sombras, dificuldades, para que possamos superar.

Cada pesar, cada dor, perturbação, perda, ensinam muito sobre nós mesmos, onde é necessário amadurecermos, onde é necessário melhorarmos, e conseguirmos ultrapassar aquela situação, colocarmos a luz do afeto, dos melhores sentimentos, compreendendo melhor sobre o que pode e necessita ser alterado, cuidado em nós. Porque o primeiro movimento de cuidado, carinho e afeto necessita ser conosco.

Não para reprimir ou negar algo que está preso, um sentimento de raiva por exemplo, não suprimir, negar, fingir que não temos.

Mas acolher este sentimento, tentar entender para além da situação ou pessoa que ajudaram a criar, o que em nós pode estar gerando este conflito e reação que mal direcionado nos é desfavorável, nos maltrata e paralisa?

Usar de carinho, compreensão conosco, é o primeiro passo é o mais fundamental para transformarmos tais sentimentos e conseguirmos ultrapassar certas etapas, fatos de nossa vida.

Aceitar que somos seres imperfeitos, falíveis, não cobrarmos de nós uma perfeição que não existe. Não julgarmos, criticarmos ou culparmos e sim entendermos cada vez melhor a forma como expressamos as nossas dificuldades, as nossas mazelas, para que o autoconhecimento seja cada dia maior.

Possamos aprimorar a nossa maneira de ser e interagirmos melhor com fatos, situações, pessoas.

Quando não conseguimos ultrapassar sozinhos determinadas dores é importante que busquemos ajuda, terapêutica convencional, como psicólogo, médico, também alternativas, o Reike, thetahealing, florais, meditações, yoga…, para chegarmos a estágios mais evoluídos e saudáveis do viver.

Vou fazer aqui uma técnica de hipnose ( visualização criativa) para vocês.

Procure um lugar que possa sentar ou deitar, confortavelmente. Se puder ligue um som instrumental relaxante.

Agora feche seus olhos.

Comece inspirando e expirando pelo nariz suavemente. Enquanto vai respirando bem devagar sentindo o movimento da sua respiração, vai relaxando todos os órgãos, do alto da cabeça até a ponta dos pés.

Inspire e expire, a cada respiração você relaxa mais e mais, suavemente, todo o seu corpo relaxa, todos os seus órgãos internos relaxam, começa a sentir uma sensação de bem estar profundo.

Neste momento eu vou contar de 10 a 01 e enquanto eu for contando você vai se transportar para um lugar que tenha muita natureza, um lugar com muito verde, não importa se este lugar existe de fato ou não, o importante é que se sinta muito bem neste lugar, acolhido.

Vamos lá, continue concentrando na sua respiração, vou começar a contar: 10, se transporte para este lugar agradável, 09, de paz, 08, com vários tons de verde, 07, 06, sinta o cheiro bom da natureza, 05, vá se imaginando neste lugar, 04, 03, sinta-se cada vez melhor, 02,01.

Pronto você já pode ir caminhando por este lugar, com muitos tons de verde, um sol que aquece levemente o seu corpo, e enquanto anda por aí, vai deixando todo o peso, todas as dificuldades do dia a dia.

Tudo o que não lhe serve mais, dor, chateações, preocupações, deixe por este caminho tudo que te atrapalha, a natureza se encarregará de transmutar todos estes sentimentos.

Está se sentindo ainda mais leve e em paz, uma sensação de um enorme bem estar toma conta do seu ser. Você merece se sentir assim, em paz, em harmonia com a natureza, um sol que aquece levemente o seu corpo, uma brisa suave, uma tranquilidade boa.

Que bom poder desfrutar deste momento tão bom. Em equilíbrio total com seu ser, totalmente relaxado.

Agora eu vou contando de 01 a 10, e você irá voltar desta incrível viagem, ao voltar trará está sensação de paz e bem estar.

Vamos lá!

01, 02, 03, corpo mente e coração em total bem estar, 04, 05, 06, retornando suavemente, 07, 08, mexendo cada parte do seu corpo suavemente, 09, 10, você pode abrir os seus olhos, se sentindo muito melhor do que antes, corpo, mente e espírito em total harmonia.

Muito mais leve, em paz, totalmente equilibrado.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Patricia Tavares
Sou Psicóloga e Reikiana nível 2, trabalho há 19 anos em consultório com psicoterapia, hipnose clínica. Já trabalhei em hospital, núcleo de violência da mulher. Acredito na vida, no amor, nos bons sentimentos, no perdão, na beleza da alma, na superação, no ressignificar, na humanidade. Adoro escrever e falar sobre sentimentos, superações, motivar pessoas, conseguir promover o melhor, despertar o que possa ser maravilhoso em cada um de nós e libertar pessoas de suas prisões emocionais, com uma nova e especial forma de viver, independente dos acontecimentos da vida.