Planeje mas não controle, sonhe mas não imponha! Em breve, tudo aquilo que seu coração sonha, será uma doce realidade.

Carol Daimond
planeje-mas-nao-controle-sonhe-mas-nao-imponha-em-breve-tudo-aquilo-que-seu-coracao-sonha-sera-uma-doce-realidade1

Planeje mas não controle, sonhe mas não imponha, quando você menos esperar, tudo aquilo que seu coração sonha, será uma doce realidade. Se permita sonhar e desapegue para realizar, não provoque o efeito “Zenão” nos seus sonhos.

Quando estamos esperando por algo que pedimos ao plano Divino, temos a tendência de ficar vigiando, esperando ansiosamente aquilo acontecer, quando soltamos demais, levando o foco para outros movimentos da vida, podemos não perceber a oportunidade passar ou deixar de lado aquilo que realmente desejamos para nos apegar às distrações do caminho.

É como esperar um leite ferver, se ficamos ali, em cima da panela aguardando, parece que 10 minutos se tornam 20 e que ferver é impossível, por outro lado, se viramos de lado por alguns segundos, desatentos ao tempo e da panela, o leite ferve e derrama todo.

Qual a medida para ter o leite no tempo certo?

Desapegar e deixar seu tempo certo ou ficar vigiando para que ele não derrame?

Existem hoje, várias leis e técnicas baseadas nas principais leis universais, para que a gente possa trazer para a nossa vida, exatamente aquilo que tanto sonhamos. E de uma maneira bem geral as etapas teóricas são muito simples: peça, confie, faça a sua parte e receba, mas na vida prática, rola um monte de interferência no meio do caminho.

A pressa, a necessidade de satisfação imediata, o medo, a dúvida, as crenças internas e externas e tantos outros movimentos que vão chegando, parece até um joguinho de vídeo game, nós vamos driblando os monstrinhos, quando temos consciência desses movimentos e quando não temos consciência, ficamos perdidos nos distraindo com tudo que aparece no caminho, julgando que sorte e azar vai pra quem merece ou não.

Tomar consciência de que, após fazer um desejo você deve fazer a sua parte e esperar, driblando os processos do caminho te traz o domínio das suas escolhas, te coloca em um lugar muito mais próximo do seu desejo.

Assim, esperando o leite ferver, você pode marcar alguns minutos e sair de perto para que não seja demais nem de menos.

Quando não estamos conscientes entregamos o nosso domínio para a sorte e ai, vai depender se você a tem ou não, se não tiver já sabe, o leite sempre vai derramar bem na hora que você virar para o lado e você sempre vai usar a desculpa que não nasceu para isso, que a vida é injusta com você, que só pode haver um complô Divino para que você não consiga realizar isso.

Mas a verdade é que as leis do Universo funcionam para todo mundo, sem exceção.

Elas funciona igual pra todos e o que faz ela funcionar para uns e para outros não, é justamente a forma de se comportar.

Algumas pessoas sabem exatamente o tempo que o leite leva pra ferver, seja por intuição, experiência ou algo especial que elas desenvolveram, mas elas estão ali sem provocar os efeitos contrários não porque são privilegiadas, mas sim porque dominaram suas emoções e sua consciência para realizar tudo que for permitido a elas realizar.

É um conjunto, uma grande equação e as pessoas que aprenderam a dominar suas emoções, tem respostas fáceis para deixar o Universo trabalhar a seu favor.

Talvez você se sinta neste momento, provocado por esse texto e vários insights podem surgir, podem vir a tona vários paradigmas que você carrega por anos a fio, como uma muleta para que a vida funcione exatamente como você aprendeu, mas eu te digo, se esse texto chegou até você, se você leu até aqui, será que algo maior nesta mensagem está te chamando a atenção para suas realizações pessoais?

Talvez seja a hora de fazer uma revolução na sua vida e acordar para tudo aquilo que você vem há tempos tentando.

Ter domínio das suas emoções é saber o tempo certo de agir ou não, de ficar ou partir, de marcar no relógio ou simplesmente deixar acontecer.

Ansiar demais, sem soltar aquilo que se deseja, provoca o famoso efeito “zenão”, que tem um complexidade teórica, mas popularmente falando, é o ato de paralisar qualquer processo que esteja prestes a se realizar e o grande segredo para não provocar o efeito “zenão”, seja no relacionamento que você tanto sonha, seja na promoção que você vem planejando há anos, seja nos sonhos que você busca realizar, é desapegar e deixar as coisas acontecerem.

Planeje mas não controle, sonhe mas não imponha, quando você menos esperar, tudo aquilo que seu coração sonha, será uma doce realidade.

Vá! E realize tudo o que você sonha!

*Foto de Taylor Grote no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Carol Daimond
Carol Daimond, mineira de Divinópolis, bacharel em Direito e apaixonada pelas palavras entrelaçadas, mãe, mulher e terapeuta thetahealer, uma mistura de mulher que a cada dia se reinventa em busca da sua melhor entrega em partilha para o mundo. Sua jornada como escritora começou de brincadeira e tem se tornado cada dia mais a sua marca pessoal de verdade e essência.