Pizza é mais saudável do que Sucrilhos no café da manhã, aponta estudo

Resiliência Humana

Por mais balanceado, saudável, colorido e chique que possa ser um cardápio pela manhã, todos sabemos que nada supera uma fatia de pizza da noite anterior, preferencialmente ainda gelada, na hora do café. Há algo de mágico que ocorre com seu sabor ao longo da noite em uma geladeira, que faz com que a pizza pareça ainda mais saborosa no dia seguinte. A boa notícia trazida por uma nutricionista americana é que comer um pedaço de pizza pela manhã não necessariamente é a pior escolha para sua saúde.


É claro que a nutricionista Chelsey Amer não veio à público defender que pizza no café da manhã seja parte de uma alimentação saudável – é evidente que não é. Seu ponto, no entanto, é que outros hábitos alimentares vistos como mais comuns ao acordar – em especial nos EUA, verdade seja dita – podem ser muito mais prejudiciais que uma fatia. Segundo ela, comer uma pizza é melhor para sua saúde do que uma tigela de Sucrilhos, por exemplo.

Tanto o Sucrilhos quanto a pizza, segundo Amer, possuem mais ou menos a mesma quantidade de calorias, mas como a pizza oferece muito mais proteína, ela seria uma opção melhor para se começar o dia. O sabor da pizza, assim como o tipo de cereal escolhido para a comparação, no entanto, fazem toda a diferença.

Uma pizza com vegetais é muito melhor do que uma fatia de pepperoni, por exemplo – enquanto um pote de cereais integrais, repleto de grãos diversos e frutas, é muito melhor para uma refeição do que os cereais usuais, cheios de açúcar e corantes.

O estudo de Amer sugere bom senso e um olhar crítico mais agudo para o que entendemos como senso comum quando se trata de alimentação: nem tudo que parece saudável de fato é – e se a vontade de comer uma pizza ao acordar vier, não se martirize: contanto que você não a satisfaça todo dia, pense que você poderia tranquilamente estar comendo Sucrilhos, e que, portanto, a decisão de comer uma fatia de pizza foi tomada para o bem de sua saúde.

FONTEhypeness
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS