Para o seu próprio amor, você vai precisar se afastar de algumas pessoas.

Guilherme Moreira Junior

Vai precisar encerrar ciclos, substituir reticências por pontos finais em certas relações, trocar sentimentos que te sugam o equilíbrio que você merece e, mesmo respeitando o tempo de cada um, vai precisar também se afastar algumas de pessoas. Porque por mais que você ame e importe-se com muitas delas, você vai precisar de um espaço só seu para que o seu amor permaneça saudável e em condições de continuar evoluindo.

Não será fácil cortar laços tão marcantes da sua vida, assim como também não será da noite para o dia que você criará essa consciência emocional. Até você chegar nessa maturidade, até você aceitar o quanto é essencial o desprendimento de relacionamentos que não te trazem bem algum, muito vai te incomodar. Vai doer bastante até que você supere, até que você aprenda. Todos os dias você vai pensar se tomou a decisão correta, se foi justo com você e com a outra pessoa. Às vezes você vai querer voltar atrás e desfazer tudo, sabe? Mas nada disso é estúpido. As lágrimas, as incertezas, o nó na garganta.

Quando tudo parecer afundar diante do seu coração, lembre-se dos motivos que te levaram a praticar esse distanciamento: a sua saúde, a sua estabilidade mental. Porque nenhum coração funciona isento da razão. Ele precisa de uns conselhos vez ou outra para não mergulhar em quem não reconhece o melhor da gente.

Portanto, não encare o seu desistir, o seu ir embora da vida de algumas pessoas como descaso ou menos amor. O que nunca te faltou foi amor. Se afastar de algumas pessoas não é fracassar. Se afastar de algumas pessoas é entender, respeitar e valorizar quem você é. Qualquer relacionamento precisa ter o autoconhecimento sendo pilar. Para o seu próprio amor, apenas vá. Às vezes é necessário.

Guilherme Moreira Jr.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Guilherme Moreira Junior
"cidadão do mundo com raízes no rio de janeiro"

COMENTÁRIOS