A busca pelo corpo perfeito: Para muitos, a adolescência foi um inferno e a vida adulta,uma escravidão

Kassia Luana
para-muitos-a-adolescencia-foi-um-inferno-e-a-vida-adulta-uma-escravidao

A busca pelo corpo perfeito: Para muitos, a adolescência foi um inferno e a vida adulta,uma escravidão.

Na infância a TV e desfiles de moda nos fizeram odiar nossos corpos. Achar sempre que faltava algo, que tinha algo à mais, que podia mudar isso ou aquilo.

Para muitos de nós a adolescência foi um inferno.

Lembro muito bem de me olhar no espelho e pensar em tudo que deveria fazer para me aproximar do ideal…

Atribuímos o fato de não nos parecemos com essa ou aquela pessoa os fracassos emocionais. Mas isso vai muito mais além…

Nosso corpo é a nossa casa.

Ele comporta nosso eu verdadeiro e, antes mesmo de nascermos, o escolhemos para viver esta experiência . E, como nossa casa, este templo deve ser amado, cuidado e respeitado como tal.

Devemos ser gratos a ele até quando não funciona “perfeitamente” porque está nos alertando de que algo precisa da nossa atenção.

Como cuidar do seu templo?

Beber bastante água, comer nos horários certos e sem exageros, tomar sol, olhar-se no espelho, diariamente, e dizer o quando ama este corpo e a pessoa que reside dentro dele.

Aprender a enfatizar seus pontos fortes, as coisas que você mais gosta, também são essenciais neste processo.

Pare de se comparar.

Você é única, perfeita e exatamente como deveria ser!

Acredite: tudo começa pelo autoconhecimento e amor próprio.

Se você se ama, se trata bem, se respeita, vai atrair pessoas para se relacionar que te tratem com o mesmo amor e respeito que você merece!

Como você tem se tratado?

A vida adulta não pode ser uma escravidão só por conta de um padrão de beleza física que foi imposto. Você precisa se amar, independente de como o seu corpo é.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Kassia Luana
Toda mulher merece a chance de recomeçar e ser feliz! ? Autora dos livros: "O diário da Ana"; "Do fundo do poço ao topo da montanha"