Ordem do amor: primeiro o próprio, e depois o recíproco

Resiliência Humana

Uma vez uma amiga de trabalho, me disse que eu era a pessoa mais bem resolvida no amor, que ela conhecia… Na hora me surpreendi, pois não me sentia bem resolvida, na verdade me sentia bem frustrada, pois há muito tempo estava sozinha e sentia falta de ter alguém na minha vida… Mas segui meu caminho, me conhecendo, me curando e aprendendo a me amar. Sim, aprendendo, pois nos amar é um dos desafios mais difíceis que temos na vida.

Meditei, fui em retiros, fiz muitos cursos, muitas terapias quânticas, muitos trabalhos de auto cura, e fui pouco a pouco gostando de mim mesma, e aprendi o verdadeiro significado de amor próprio.

(…) ALGUMAS CARACTERÍSTICAS NOSSAS É O QUE NOS MANTÉM FIRMES NESSA JORNADA.”

O amor próprio envolve muitas coisas, como amar a sua própria companhia, cuidar da sua saúde, cuidar do seu corpo, não aceitar relacionamentos “meia boca” para não ficar sozinha, se aceitar, e até mesmo aceitar seus defeitos, pois algumas características nossas é o que nos mantém firmes nessa jornada.

Hoje olhando para trás, e vendo tudo que me transformei, tudo que me curei e tudo que aprendi, posso falar com muito orgulho que sim, EU ME AMO! Me amo com todas as minhas forças, e talvez a minha amiga já tinha visto algo, que nem eu mesmo via… Sou bem resolvida no amor.

SE QUER SABER SE QUERO ALGUÉM NA MINHA VIDA, CLARO QUE QUERO!!!

Quero conhecer alguém que faça meus olhos brilharem e meu coração bater mais forte, eu amo amar alguém… Mas hoje tenho a convicção que meu próximo relacionamento será mais saudável, sem carências e dependências. Sabe por que? Porque hoje, eu sei e sinto que minha felicidade depende exclusivamente de mim, e que a pessoa que estará do meu lado, virá para me transbordar, pois já estou completa de amor próprio.

Universo, que gloriosas aventuras e fantásticas pessoas você me reserva? Me surpreenda por favor!!!

FONTEPor Karine Francisco
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS