O texto mais triste do ano.

Arkab

“..Daqui a pouco pode ser tarde demais…” Mas escreverei o texto mais triste do ano!

Me desculpa por não ter sido o melhor filho do mundo, mas eu tentei ser fiel a mim mesmo nestes últimos anos. Eu rabisquei sonhos e os moldei com todas as cores que me cabiam. Só demorei pra notar que sem o castanho escuro dos teus olhos, o colorido dos meus dias vem dando lugar a um imenso preto e branco. E eu fico aqui, parado, sozinho, imobilizado, trancafiado na esperança de que um dia a buzina do teu carro faça barulho novamente na frente do portão de casa. Desculpa pela minha impaciência nos teus momentos mais difíceis, a gente nunca sabe o que o outro sente até sentir o mesmo. Eu parecia estar preocupado demais com minhas coisas, besta que fui, enquanto esquecia-me de ouvir as tuas.

Me perdoa por não ter sido mais carinhoso ou por não ter lhe dito mais palavras bonitas em teus ouvidos. Eu sei o quanto você queria escutar cada uma delas. Me perdoa por não ter conversado mais contigo após teus dias cansativos no trabalho. Eu sempre soube o quanto você gostava disto, mas eu parecia estar ocupado demais pensando em meus problemas enquanto você sempre quis que eu os dividisse contigo. Desculpa não ter lhe abraçado mais quando as tuas dores estiveram presentes em teu corpo. Porém, você parecia ter uma alma gigante para suportar todas elas. Teu sorriso iluminava cada canto escuro do meu coração e eu sempre soube que por mais que eu estivesse distante, nossos corações pareciam estar lado-a-lado pulsando eternamente juntos até quando nos fosse permitido.

Hoje, a cadeira da sala permanece tão vazia sem a tua presença por perto. Os travesseiros no sofá sentem a tua falta tanto quanto eu sinto. O teu quarto anda tão sozinho estes dias chorando lágrimas que costumavam regar a alma nos dias difíceis. Cada pedacinho da casa sente a falta da tua gargalhada engraçada. Cada canto da gente sente a falta das tuas palavras sinceras e dos teus carinhos paternos. Cada parte do mundo sente a falta de alguém que costumava deixar alegria e amor por onde passava.

E é o amor junto a tua presença em nossos corações que vem nos acalmando e nos abastecendo nos dias difíceis. E mesmo que talvez a buzina do teu carro nunca mais venha a soar no portão da frente de casa, a esperança de um simples barulho do teu carro vai continuar correndo dentro de nossas almas, e quem sabe um dia, eu corra novamente em direção a janela da sala enquanto você entra em casa novamente. Enquanto você visita cada parte de mim. E cada batimento cardíaco vai pulsar o teu sorriso, cada respiração vai inspirar tuas alegrias, cada lágrima vai regar a tua alma, cada sorriso vai ser sempre compartilhado em cada alegria, em todos os instantes, a cada simples e nos nossos bonitos momentos você permanecerá dentro de nossos pequenos-gigantescos corações.

Estaremos sempre andando lado-a-lado como dois corações que pulsam juntos para todo o sempre, e tuas lembranças estarão eternamente guardadas em meus olhos claros. Pode ir, Pai. Tuas dores se foram, tuas mãos estão desatadas. Tua alma está livre.

E as tuas gargalhadas podem ser escutadas de longe…

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Arkab
Apaixonado pela poesia feminina. Acredito fielmente que o amor seja o infinito que resolveu morar no detalhe das palavras. Muito prazer, eu me chamo Pedro Ficarelli, e escrevo com o único intuito de pôr palavras onde a tua dor se faz insuportável.

COMENTÁRIOS