“O segredo para descobrir o seu propósito de vida é conhecer a si mesmo.”

Esse mistério só terá um fim quando você decidir abrir a caixa de pandora. Aí sim, você vai saber exatamente qual é o seu propósito de vida.

Enquanto você não conseguir desvendar os seus próprios segredos internos, o seu propósito de vida não será revelado a você. Você ficará andando em círculos e tentará de tudo, achará que já fez tudo o que podia e nada do que você fizer reverterá em um resultado excelênte.

Você nunca ficará satisfeito (a) com nada, porque a sua maestria depende exclusivamente desse segredo que você esconde de di mesmo e dos outros por medo de ser julgado (a), rejeitado (a), humilhado (a), abandonado (a)…

Esses medos, são consequência da sua falta de confiança em si mesmo (a) e na vida. A insegurança é resultado do sentimento de injustiça – Esse sentimento, de que a vida é injusta, por já ter sofrido muitas injustiças, geralmente, vem lá da infância, mas pode também ter raízes na sua ancestralidade.

O excesso de autoritarismo, de frieza nos sentimentos e negação das emoções, gera insensibilidade e falta de cuidado com as palavras, pensamentos e ações.

É desse descuido inconsciente que nascem as crenças limitantes que nos impedem de superar os desafios da vida e de enxergar a nossa verdade.

Quando você se sente, mesmo que d eforma inconsciente, injustiçado por fatos ocorridos no passado ou pela realidade que você se encontra no presente, você acaba se sentindo desanimado e impotente diante das ações que precisam ser feitas agora, justamente porque, no fundo, você acha que nada que você fizer vai conseguir mudar as questões que te feriram, muito menos, mudar a sua realidade atual.

Essa certeza da incapacidade de mudança faz você carregar as suas feridas emocionais pela vida a fora e, elas acabam afetando as suas conquistas na vida adulta.

Enquanto você vai abafando as suas verdades mais íntimas, você vai engolindo muitos “sapos”, somatizando sensações de sufocamento, desesperança, desamor, desvalia, até que, seus corpos físico, mental, emocional e espiritual, começam a dar sinais de esgotamento.

Você se sente perdido, não sabe qual caminho seguir, pior, você não sabe quais são as suas necessidades, o que você ama fazer, simplesmente porque o desamor é tão grande que, você já consegue amar de verdade, nem a si mesmo.

Isso acontece muito porque, você não quer que as pessoas pensem mal de você, você se importa demais com o que as pessoas dizem. E essa escolha de tentar agradar mais aos outros do que a si mesmo, te torna escravo e te leva a criar uma armadura para se proteger de tudo isso. Só que essa armadura não é você. É uma versão inventada de você.

Você fica muito preocupado (a) com a necessidade de ser perfeito e cobra a mesma perfeição dos outros. Critica, julga, culpa e, assim, mergulha em uma lama de negatividade. Tudo isso porque você escolheu focar nas suas feridas interiores e não, nos seus talentos.

Esse mistério só terá um fim quando você decidir abrir a caixa de pandora. Aí sim, você vai saber exatamente qual é o seu propósito de vida.

Afinal, quem é você?

Se você não sabe responder essa pergunta, mas quer descobrir qual é o seu propósito de vida, me envie um direct @rhamuche e agende uma consulta individual. Não perca mais tempo se sentindo perdido. O autoconhecimento faz com que você se sinta bem consigo mesmo e satisfeito (a) com a própria vida.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar.

Foto: Reprodução/atriz Meryl Streep/1980.

Frase título: “O segredo para descobrir o seu propósito de vida é conhecer a si mesmo.” Iara Fonseca

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.