O QUE SIGNIFICA AMAR UMA MULHER QUE ESTÁ ACOSTUMADA A FICAR SOZINHA

Resiliência Humana

Recentemente li um texto que falava sobre amar uma mulher que está acostumada a ficar sozinha, achei o assunto interessante por motivos de, bem, sou uma mulher acostumada a ficar sozinha.

Achei a abordagem interessante em alguns aspectos, mas um tanto quanto triste, como se essa vida fosse solitária e desinteressante, como se tudo que essa mulher precisasse é de alguém para amá-la, como se ela tivesse se fechado para um mundo por causa das decepções que viveu.

Me senti, então, na obrigação de dizer que uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Todos nós devemos aprender a ser felizes sozinhos, a convivermos conosco e não condicionar nossa felicidade ao outro. Isso, sim, é uma vida triste. Como ser feliz com alguém se não se sabe ser feliz consigo próprio?

Ter alguém para amar e ser amado de volta é algo incrível, você até pode querer isso, mas não resuma sua vida a isso, ou acabará colecionando relacionamentos frustrados e co-dependentes.

Dedique-se à si mesma, ao autoconhecimento, só assim você será capaz de saber o que quer pra si e então encontrar a pessoa certa, ou não! E não há problema algum nisso.

Preserve-se, escute-se e ame-se, primeiramente.

Amar uma mulher acostumada a ficar sozinha…

Não quer dizer que ela construiu barreiras para que ninguém se aproxime, que se fechou para o amor e que você terá que transpor tudo isso. Que piegas, isso é produto de uma cultura machista com donzelas indefesas.

Ela apenas está muito bem consigo mesmo para deixar que qualquer um entre e bagunce o seu mundo em perfeito equilíbrio. Então se ela te afasta, não é por medo, é porque você não está à altura.

Amá-la significa ter maturidade o suficiente para amar alguém que não será dependente de você, que não precisará estar junto o tempo todo e nem saber onde está a todo instante.

Mas alguém que confia e que não prende, não por não se importar, pelo contrário, por saber que você tem o direito de escolher, e que isso é mais importante do que se sentir dono de alguém.

Significa amar alguém que pode ser feliz sozinha, mas que escolheu ser feliz ao seu lado. Alguém que pode se virar, mas que vai adorar ter você por perto para dar uma mãozinha. Que não precisa de você, mas que quer estar ao seu lado. Não por necessidade, mas por escolha própria. Sem imposições, carências, fraquezas ou dependências.

Porque o amor, esse amor, nada mais é do que o livre arbítrio para escolher com quem compartilhar a nossa liberdade, a nossa vida e a nossa felicidade.

FONTEBrainstorm Naty
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia