“O melhor dia da minha vida”: Criança que passou a vida inteira em um hospital, finalmente, recebe alta e vai para casa.

Devido a uma malformação no intestino, Dafnee, de 7 anos, precisou ser internada permanentemente para receber tratamentos, e por todos esses anos, viveu em um hospital. Mas finalmente, ela está bem agora, e essa garotinha de Los Angeles, Chile, recebeu alta e pode ir para a sua casa.

Há notícias que não só alegram o coração de quem a recebe, mas também espalham a sua felicidade a quem está próximo e até a desconhecidos. Esta é um daqueles histórias que nos enchem de alegria.

Assim viveu Dafnee, uma menina de 7 anos que recebeu alta do Hospital de Los Angeles, no sul do Chile, depois de passar toda a vida neste centro médico, devido a uma malformação intestinal descoberta ao nascer.

Devido a essa condição genética, a menina teve que receber tratamento constante e não conseguiu levar uma vida normal, a sua casa era o hospital.


Cristóvão Espinoza

Só depois de todo esse tempo internada, ela finalmente conseguiu ir para casa com sua família, como eles desejavam há anos, mas até poucos dias atrás parecia impossível.

“Toda a sua vida internada por uma alteração na anatomia do intestino. Com intestino curto, teve necessidade de manter nutrição parenteral crônica por meio de sonda vesical de demora. Este foi um grande desafio para nós”, comentou o chefe do Centro de Custos de Cuidados Indiferenciados Fechados para Meninos e Meninas do hospital, Dr. Jury Hernández, em conversa com Bío Bío.

o-melhor-dia-da-minha-vida-crianca-que-passou-a-vida-inteira-em-um-hospital-finalmente-recebe-alta-e-vai-para-casa2
Cristóvão Espinoza

Sobre o caso da garotinha, a pediatra Claudia Miranda relatou que a menina precisou passar por diversos hospitais até retornar ao local onde nasceu, para finalizar o tratamento como finalmente aconteceu. “Nós a conhecemos desde os primeiros dias de sua vida”, disse ela.

Depois de finalmente superar essa dificuldade de saúde, a menina se despediu do hospital e foi aplaudida por todas os profissionais que a acompanharam por todos esses anos.

Eles a aplaudiram por sua força e por nunca ter desistido de se curar, apesar de tudo ter sido tão difícil.

Embora ela tenha superado essa situação, ela ainda terá que manter uma dieta especial por toda a vida.

“É o melhor dia da minha vida”, disse a menina ao se despedir, segundo o jornalista Cristofer Espinoza.

*DA REDAÇÃO RH. COM INFORMAÇÕES upsocl.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia