O Julgamento Alheio

Lucas Correa

O julgamento é um ato, ao mesmo tempo um efeito. Como seres humanos que sempre erramos não podemos simplesmente apontar o dedo e decidir como uma pessoa vai ser punida, por ser diferente. A maioria das religiões dizem que o julgar só cabe a deus, no entanto isso se torna diferente na prática. Algumas pessoas decidem de acordo com suas crenças religiosas; quem vai ou não pro céu ou o inferno, respeitamos a fé de cada um, pois existem pessoas que também não acreditam.


Quem pensa diferente jamais deve ser considerado inimigo, a regra pra viver em paz é saber lidar com as diferenças do outro, tratando sempre com respeito, essa é a base de tudo para manter um bom relacionamento. Em todos os lugares vamos estar cercados de vários tipos de pessoas, cada um com a sua maneira de pensar e é importante lidarmos com isso.

Os conflitos começam quando o comportamento do outro, se torna algo tão incomodo que pode em muitos casos ocasionar em violência. Trazendo pra essa realidade é a violência contra a mulher, o negro e o homossexual. O preconceito também é uma forma de julgar uma pessoa. A vida de cada um se diz respeito à ele mesmo, de maneira alguma podemos interfer e afirmar o que é certo ou errado, cada um escolhe através das suas experiências de vida o que é bom ou ruim pra si mesmo.

Segundo a Constituição todos são iguais perante a lei, por isso é importante respeitar os direitos de cada um. Numa sociedade que ainda rotula pessoas pela maneira de se vestir, do cabelo e do grupo social o qual pertence, é preciso olhar para as pessoas com outros olhos, pois o mundo está cheio de pessoas que acham que podem julgar.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Lucas Correa
Sou Lucas Corrêa, Escritor Amador e desde pequeno sou apaixonado pela escrita, busco uma parceria com vocês do Resiliência Humana. Atualmente tenho um blog: "Seja feliz sempre", publico textos sobre dicas para motivação pessoal e bem-estar.

COMENTÁRIOS