NOVA ZELÂNDIA VAI PROIBIR A VENDA DE CIGARROS PARA AS GERAÇÕES FUTURAS.

Na quinta-feira, 9 de dezembro de 2021, a Reuters noticiou o anúncio da Nova Zelândia de proibir as gerações futuras de comprar cigarros durante a vida.

O argumento usado é que outros esforços para extinguir o fumo estavam demorando muito.

A Nova Zelândia disse que vai proibir os jovens de comprar cigarros pelo resto da vida, uma das abordagens mais difíceis do mundo para conter as mortes de sua população é os problemas de saúde contraídos pelo tabagismo.

Essa determinação faz parte de um plano mais amplo que enfoca o impacto desproporcional do fumo sobre a população indígena Maori.

A GERAÇÃO “LIVRE DE FUMO” DA NOVA ZELÂNDIA DE 2027

Pessoas com 14 anos ou menos hoje nunca terão idade legal suficiente para comprar cigarros na Nova Zelândia.

Com mais de 5 milhões de pessoas, o país assume esse compromisso como parte das propostas relatadas no controle antifumo do dia 9 de dezembro de 2021.

O governo anunciou que também vai reduzir o número de varejistas autorizados a vender tabaco e reduzir os níveis de nicotina em todos os produtos.

“Queremos garantir que os jovens nunca comecem a fumar, por isso vamos considerar um crime vender ou fornecer produtos de tabaco fumado para novos grupos de jovens”, disse o ministro adjunto da Saúde da Nova Zelândia, Ayesha Verrall, em um comunicado.

“Se nada mudar, levará décadas até que as taxas de fumantes maoris caiam para menos de 5%, e este governo não está preparado para deixar as pessoas para trás.”

Atualmente, 11,6% de todos os neozelandeses com mais de 15 anos fumam, proporção que sobe para 29% entre os maoris adultos indígenas, de acordo com dados do governo.

O governo consultará uma força-tarefa de saúde Maori nos próximos meses antes de introduzir legislação no parlamento em junho do próximo ano, com o objetivo de torná-la lei até o final de 2022.

As restrições seriam então implementadas em etapas a partir de 2024, começando com uma redução acentuada do número de vendedores autorizados, seguida da redução do consumo de nicotina em 2025 e da criação da geração “sem fumo” a partir de 2027.

O pacote de medidas tornará a indústria de tabaco no varejo da Nova Zelândia uma das mais restritas do mundo, logo atrás do Butão, onde as vendas de cigarros são totalmente proibidas. A Austrália, vizinha da Nova Zelândia, foi o primeiro país do mundo a impor a embalagem comum de cigarros em 2012.

Fumar mata cerca de 5.000 pessoas por ano na Nova Zelândia, tornando-se uma das principais causas de morte evitável no país. Quatro em cada cinco fumantes começaram antes dos 18 anos, disse o governo do país.

As autoridades de saúde saudaram a repressão, enquanto varejistas e empresas de tabaco expressaram preocupação com o impacto em seus negócios e alertaram para o surgimento de um mercado negro.

*DA REDAÇÃO RH. Com informações Reuters.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia