Ninguém tem que te dizer como você deve educar seu filho

Resiliência Humana

Ninguém tem que te dizer como você deve educar seu filho

Por Oscar Dorado

Quando se trata de educar o pequeno, ninguém além de você sabe o que ele precisa. Portanto, revisaremos neste artigo alguns aspectos que você deve levar em consideração para garantir a educação do seu filho.

A chegada de uma criança implica que, a partir desse momento, os pais se tornem responsáveis ​​por garantir o bem-estar e a educação da criança.

Este último é um dos aspectos que gera mais polêmica entre os pais.

No entanto, há algo que sempre deve ser respeitado entre eles: o fato de que ninguém deve lhe dizer como você deve educar seu filho.

Existe uma linha muito tênue entre a vontade de dar conselhos sobre aspectos que não nos dizem respeito e a arrogância.

De fato, a educação familiar é diferente em cada lar e, embora existam certos códigos e formas de conviver na maioria dos lares, ninguém tem o direito de se intrometer na educação dos filhos.

A menos que sejam fatos muito óbvios e que gerem uma rejeição geral, como abuso ou incapacidade de cuidar da criança por problemas comportamentais ou dependência de drogas ou álcool, ninguém deve lhe dizer como você deve educar. teu filho.

Ser mãe é um aprendizado constante

É mais do que claro que educar uma criança não é fácil. De fato, como em muitos aspectos da vida, você cometerá erros que permitirão que você se torne uma mãe melhor todas as vezes. É importante que você não fique obcecado com esse detalhe, pois a realidade é que não existe pai ou mãe perfeita.

Apenas se preocupe em fazer o seu melhor e garanta que a criança receba amor e uma boa educação; Isso permitirá que você mantenha bons valores para sempre. Leve em consideração que ser mãe é um aprendizado constante, no qual você melhorará à medida que passa mais tempo com seus filhos.

Além disso, a imaginação e a engenhosidade das crianças sempre o colocarão em situações novas e inesperadas que contribuirão para esse desenvolvimento contínuo.

O requisito positivo para educar crianças felizes.

A importância de uma boa educação é indiscutível; Portanto, queremos aproveitar este artigo para lembrá-lo de alguns aspectos que não podem faltar na educação das crianças.

Temos certeza de que a maioria deles já fará parte dos valores que você transmite como mãe; no entanto, é provável que outras pessoas passem despercebidas por você.

O essencial para educar seu filho
Sem dúvida, a educação de uma criança é um dos maiores desafios que surgem na vida. É uma responsabilidade muito grande e, ao mesmo tempo, uma grande oportunidade de transmitir os bons valores que você aprendeu na vida.

Existem certos aspectos que nunca devem ser esquecidos. Se uma lista fosse feita com os ‘diretores’, alguns certamente pareceriam compromisso, respeito pelos outros, gratidão ou esforço para alcançar os objetivos.


O valor do exemplo

As crianças são geralmente um reflexo dos pais; os adultos são espelhos nos quais os pequenos olham e projetam. Você é a primeira referência para ele e é muito viável que ele imite todos os seus comportamentos, bons e ruins. Portanto, é importante que, se você deseja que seu filho desfrute de uma boa educação, dê o exemplo.

Como pai, você precisa controlar as palavras e expressões que usa, assim como gestos ruins e como você expressa seus sentimentos. Da mesma forma, se você pretende modificar o comportamento do seu filho, deve fazê-lo através do diálogo e nunca através dos gritos.

Reconhecer suas realizações é uma das melhores maneiras de educar seu filho.
«Ser mãe é um aprendizado constante, no qual você melhorará à medida que passa mais tempo com seus filhos»

Reforços positivos

Se você observar que seu filho obtém algum sucesso ou realiza boas ações, sempre deve ser grato e compensá-lo de alguma forma com reconhecimento . Reforços positivos ajudam as crianças a repetir boas ações, além de serem uma das melhores maneiras de educá-las.

Por fim, lembre-se de que, para educar seu filho, ninguém poderá saber o que é melhor para ele. Com base em que cada criança é diferente e que apenas você sabe como é o seu filho, você é a melhor pessoa para atender às suas necessidades e garantir o seu desenvolvimento correto.

Não esqueça que não existe um manual que ensine você a ser pai ou mãe; Concentre-se apenas em desfrutar desta experiência inesquecível e em ser feliz com toda a sua família.

*Tradução e adaptação REDAÇÃO RH
*Com informações de ERES MAMA

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia