NÃO LUTE CONTRA NADA

Resiliência Humana

“Consuma a mudança através da mudança” significa que, por exemplo, mesmo que exista apego, não lute contra ele. Esteja apegado, mas seja uma testemunha também. Deixe o apego estar presente; não lute com ele.

O tantra é um processo de não-luta. Não lute! A frustração chegará, naturalmente; assim, fique frustrado. Mas seja uma testemunha também. Você estava apegado e você era uma testemunha. Agora a frustração chegou e você sabia que ela tinha que chegar.

Agora esteja frustrado, mas seja uma testemunha. Então, através do apego, o apego é consumido e através da frustração, a frustração é consumida. Tente isto quando você se sentir miserável. Seja miserável; não lute contra. Tente isso; é maravilhoso. Quando existir miséria e você se sentir miserável, feche suas portas e seja miserável.

Agora o que você pode fazer? Você é miserável. Agora seja totalmente miserável. De repente você se tornará consciente da miséria. E se você tentar mudá-la, você nunca se tornará consciente, porque seu esforço, sua energia, sua consciência é dirigida em direção à mudança, em direção a comomudar essa miséria.

Então você começa a pensar sobre como ela veio e o que fazer, agora, para mudá-la. Então você está perdendo uma experiência muito bela – a própria miséria. Agora você está pensando sobre as causas, e você está pensando sobre as consequências, e você está pensando sobre métodos para esquecê-la, para ir para além dela, e você está perdendo a própria miséria, e a miséria está presente e ela pode ser liberadora.

Simplesmente não faça nada. Não analise como a miséria écriada; não pense sobre que conseqüências se seguirão. Elas virão; então, você poderá ver mais tarde. Não há pressa. Seja miserável, simplesmente miserável e não tente mudar isso. Tente isso. Veja por quantos minutos você pode permanecer miserável. Você começará a rir da coisa toda; a coisa toda parecerá estúpida porque se você étotalmente miserável, de repente seu centro está além da miséria. Esse centro nunca pode ser miserável, é impossível!


Se você permanecer com a miséria, a misériase torna um pano de fundo e seu centro que nunca é miserável de repente se ergue; e então você é miserável e você não é miserável: o “igual não-igual”. Agora você está consumindo a miséria através da miséria. Este que é o significado. Você não está fazendo nada; você está simplesmente consumindo a miséria através da miséria.

A miséria desaparecerá como as nuvens desaparecem; e o céu estará aberto e você estará rindo e você não fez nada. E você não pode fazer nada: tudo oque você puder fazer criará mais confusão e mais miséria. Quem criou essa miséria? Você, e agora você está tentando mudá-la. Isso será pior. Você é o criador da miséria. Você a criou, você é a fonte e agora a própria fonte está tentando… O que você pode fazer? Agora o próprio paciente está se tratando e ele criou a coisa toda! Agora ele está pensando em cirurgia. Isso é suicídio. Não faça nada. O interior é muito profundo. Você tentou tantas vezes parar a miséria, parar a depressão, parar isso e aquilo e nada aconteceu. Agoratente isto: não faça nada; permita a miséria estar presente em sua totalidade. Permita-a acontecer em sua total intensidade e permaneça no não-fazer. Apenas esteja com ela e veja o que acontece.


Vida é mudança. Mesmo o Himalaia está mudando; assim, sua miséria não pode permanecer imutável. Ela mudará por si mesma e você verá que ela está mudando – que ela está desaparecendo e está indo embora e você se sentirá descarregado e você não fez nada. Uma vez que você saiba o segredo, você pode consumir qualquer coisa em si mesma, mas o segredo é ser silencioso, sem fazer nada.

A raiva está presente, assim seja, apenas seja. Não faça nada. Se você puder fazer este tanto, este “não-fazer”, se você puder apenas estar presente – presente, testemunhando, mas sem fazer esforço para mudar alguma coisa, permitindo as coisas terem seu próprio jeito – você consumirá qualquer coisa. Você pode consumir qualquer coisa

FONTEDharmagrahi
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS