Não crie expectativas, crie bons momentos!

Criar expectativas é um hábito que gera muitas decepções. Você começa a idealizar como as coisas, as pessoas, os lugares e as situações precisam ser para que você possa se sentir satisfeito (a), mas se algo não sai como você esperava, se as pessoas não agem de acordo com esse padrão que você criou, se as situações te desfavorecem, você, simplesmente, não consegue retirar nenhum proveito, apenas senta, reclama, ou se desespera e se entrega a desesperança.

O fato é que, quem criou a expectativa foi você e, o mundo não tem a obrigação de obedecer aos seus desejos e vontades. Pelo contrário, você é quem precisa aprender a perceber o lado bom de todas as situações, pessoas e lugares para se sentir bem e satisfeito (a) mesmo quando as coisas não acontecem como você gostaria que tivessem acontecido.

Eu mesma já me decepcionei várias vezes, quando escolhi criar expectativas, antes das coisas acontecerem. Nas férias, fui viajar para Petrópolis e, antes de chegar, eu já tinha imaginado um cenário maravilho, um Hotel espetacular e, fiquei esperando que, quando chegasse lá, tudo seria maravilhoso, mas para minha surpresa, quando cheguei no Hotel, ele não era nada do que eu esperava.

Inicialmente, eu fiquei muito decepcionada, mas logo depois, em vez de culpar o Hotel, eu decidi me responsabilizar pelas expectativas que eu tinha criado.

Eu confesso que fiquei bem chateada, mas refleti e logo percebi que, não tinha sido culpa do Hotel, que não existiam culpados – o que existia era responsabilidade. De quem tinha sido a responsabilidade de escolher o Hotel? Minha, apenas minha.

Assim que assumi a responsabilidade, a minha energia, que estava baixa, começou a melhorar. Comecei a olhar para o Hotel com outros olhos e, em pouco tempo, eu já estava me divertindo com a minha família. Isso porque, eu decidi mudar o meu olhar para aquela situação, eu decidi que, em vez de criar expectativas, eu precisava criar bons momentos.

Existem sim, ambientes, pessoas e situações que, a gente logo percebe uma energia ruim, porém, nós somos responsáveis em acolher e nos identificar com elas, ou, escolher acolher e nos identificar com outras energias, mais elevadas. A responsabilidade da escolha será sempre nossa.

Por isso, hoje deixo aqui essa reflexão: O que você está escolhendo? Com quais energias você está se identificando? Você está criando expectativas demais? Qual é a sua responsabilidade diante de tudo o que vem acontecendo na sua vida?

Quando você cria expectativas e decide não se responsabilizar por nada, você perde o poder diante da sua realidade e, se sente impotente. Você mergulha em um mar de lamentações e não consegue sair de lá sozinho (a).

Se esse é o seu caso, procure se unir a uma rede de apoio, busque ajuda profissional para não se afogar. Me chame no direct @julianavasilian e agende uma consulta individual. Participe também da Semana da atração do amor, abundância, e prosperidade. Clique agora nesse LINK para participar e assistir as aulas.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Juliana Vasilian. Visite o seu Instagram @julianavasilian e o seu canal no Youtube Juliana é terapeuta transpessoal, especialista em Desenvolvimento Humano – Devolvendo o SORRISO DA ALMA
+ de 1000 transformações diárias. CLICA AQUI NESSE LINK PARA SE CONECTAR COM ELA.

*Foto de Antonino Visalli no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Especialista em Desenvolvimento Humano Devolvendo o SORRISO DA ALMA + de 1000 transformações diárias Se permita olhar para si