“Não coma os doces de Cosme e Damião, é de “macumba.” Deixa eu te explicar uma coisinha: Se não gosta, não critique, apenas respeite.

Por Jefferson Santana

Sabe esses saquinhos? Pois é, ali dentro existem doces que foram comprados na intenção de alegrar as crianças e também a nós mesmos, os adultos.

Quem distribui os doces são pessoas que levam amor, respeito, carinho, tem paixão pela sua FÉ e não perde tempo falando bobagem ou criando história ruim para deturpar um gesto tão nobre e carinhoso que é a distribuição dos doces.

Os irmãos e irmãs da Umbanda trabalham com muito afinco, com bastante zelo, pensando sempre no próximo, não em fazer “macumba” nos doces para enfeitiçar ou matar ninguém.

Quem mata é o preconceito. Quem mata é a intolerância religiosa. Quem mata é a boca que deixa sair a língua e as palavras perversas para atacar os outros que nada fazem de mal para terceiros. Quem mata é quem leva o ódio ao invés do amor.

Olhe para as crianças e veja a felicidade delas quando recebem os doces.

Os Ibejis, os Gêmeos, Cosme e Damião, como queiram chamá-los, são nossos amigos, nossa infância que ainda vive dentro de nós mesmos já adultos.

Se não gosta, não critique, apenas respeite.

***

“É preciso respeitar as crenças dos outros, parar de difamar aqueles que não pensam como nós, curar a intolerância e se abrir para o amor. Quem diz que segue a Deus, Jesus, ou qualquer outra denominação divina, mas age com desrespeito com as outras pessoas que possuem crenças diferentes, é alguém que ainda não sabe amar, mas é urgente que se aprenda.” Iara Fonseca.

*DA REDAÇÃO RH.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia