‘Não busque curtidas, mas sim respeito ao fazer o certo diante de Deus’, diz ex-atleta.

O ex jogador de futebol americano, o cristão Tim Tebow decidiu alertar as pessoas sobre a busca de validação e aceitação por meio de curtidas ou corações nas redes sociais.

Em uma postagem recente ele escreveu:

“Vivemos em uma época em que as pessoas vivem para serem queridas nas redes sociais”.

Sobre isso, o ex-atleta enfatizou a preocupação em receber críticas e a necessidade de afeto que está implícito nos posts das pessoas.

“Nós nos tornamos condicionados a temer as críticas porque tudo tem a ver com ser “aceito”, disse ele.

“Se não são “curtidas” são “seguidores”, e se não tem “seguidores” nem “compartilhamentos” se sentem desmerecidos. É da natureza humana buscar validação e aceitação. Você distribui respeito da mesma forma que distribui polegares para cima ou corações?”, desabafou ele.

Segundo ele, as pessoas estão mais preocupadas em curtir e serem curtidas do que respeitar e serem respeitadas.

Além disso, Tim acrescentou: “Imagine se vivêssemos em uma época em que não tivéssemos botões “Curtir”, mas em vez disso, tivéssemos botões “Respeitar”. Você prefere 110 likes ou 34 respeitos?”.

DESEJE SER RESPEITADO

O ex-jogador de futebol profissional encorajou as pessoas a ganhar mais respeito do que simplesmente ser apreciado nas redes sociais.

“Ganhar respeito é difícil. Você precisa trabalhar para isso. Você precisa retratar integridade, habilidade, talento, perícia, habilidade, capacidade atlética, pressa, moagem, tenacidade ou coragem”, explicou ele.

Tim questiona a intenção dessa geração em ser visto e em ter seus vídeos viralizados, mas não se preocuparem em ter em seus conteúdos assuntos que despertem nos outros, respeito.

“Obter respeito é muito mais profundo do que dizer a coisa certa que as pessoas querem ouvir.”

Ele também pediu que as pessoas não tenham medo de defender o que é certo aos olhos de Deus. Mesmo que isso signifique perder seguidores ou curtidas nas redes sociais.

“Sim, você pode ser criticado. Mas sempre me lembrarei das minhas intenções verdadeiras, que pelo menos tentei defender algo em minha vida. Pode não ter sido algo que sempre foi popular ou mesmo em que todos acreditaram, mas pelo menos tentei me manter firme, com uma firme convicção e crença de que estava tentando fazer a coisa certa para Deus e para as pessoas.

Em seguida, Tim concluiu: “Independentemente do que você decida compartilhar com o mundo, vamos fazer um esforço em equipe para não buscar ser amado, mas buscar ser respeitado”.

E você? O que pensa da afirmação do ex-atleta americano? Você prefere ser amado ou respeitado?

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia