Mulher com síndrome de Down se candidata em eleições francesas

Resiliência Humana

Mulher com síndrome de Down se candidata em eleições francesas

por: Vitor Paiva

Determinação é a palavra que melhor define a vida da francesa Éléonore Laloux: quando decidiu por aceitar a sugestão de se candidatar na sua cidade natal de Arras, no norte da França, ela se apresentou trazendo uma porção de pautas, ideias e sugestões, a fim de se tornar a primeira vereadora com síndrome de Down eleita no país.

Com 34 anos, Éléonore há 10 anos trabalha como agente administrativa em um hospital particular na cidade de 40 mil habitantes, e se prepara para esse próximo passo com a mesma força que levou tudo em sua vida.

Sua campanha tem duas pautas como frentes: tornar Arras uma cidade mais e mais acessível para pessoas com deficiências.

Éléonore não estou em escolas especiais, e conhece bem tais necessidade.

“Eu enfrentei uma luta dura para viver com síndrome de Down, que não me perturba mais”, ela disse.

“Agora quero lutar pela inclusão. Pessoas com necessidades especiais têm seu lugar na sociedade”.

É em nome de tal causa que Éléonore passa dia e noite trabalhando em novas e melhores ideias para sua campanha.

Sua candidatura é parte da coligação da candidatura a reeleição do atual prefeito da cidade, Frederic Leturque, que afirmou que as ideias e a “força do caráter” de Éléonore farão com que todos “pensem diferente”.

As eleições municipais acontecerão entre os próximos dias 15 e 22 de março, e podem se tornar históricas ao elegerem a primeira pessoas com síndrome de Down para o cargo na França – tarefa para qual Éléonore não só parece estar pronta, como sedenta para trabalhar e melhorar sua cidade.

*Com informações de Hyppiness.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia