Meu amor, obrigada por demonstrar tanto carinho por mim, especialmente na frente dos nossos filhos!

Resiliência Humana

Meu amor, obrigada por demonstrar tanto carinho por mim, especialmente na frente dos nossos filhos!

Meu querido, eu sei que é fácil ser pego pela loucura da correria do dia a dia e depois pela rotina matinal até que cheguem as demandas de colocar as crianças para dormir, e logo após, elas fugirem de suas camas e subirem nas nossas. Mas hoje, eu queria fazer uma pausa e lhe contar uma coisa.

Eu só queria te agradecer!

Obrigada por retirar o lixo.

Obrigada por lavar toda a roupa suja.

Obrigada por trabalhar tanto para a nossa família.

Obrigada por organizar festas de dança para suas filhas. E obrigada por me deixar escolher os filmes que assistimos (na maior parte).

Mas acima de tudo, obrigada por me amar como só você me ama!

Quando começamos a namorar, você costumava brincar e me chamar de gato – porque eu gostava de ficar com você ou te tocar de alguma forma o tempo todo. (Eu gosto de um bom e velho PDA de moda, o que posso dizer?)

Agora, depois de 10 anos, finalmente acho que você está na mesma página que eu. O afeto é uma das nossas línguas de amor mútuas – como damos e recebemos amor.

E demonstrar amor é uma grande parte da tarefa de ser pais.

Quero que nossos filhos nos vejam de mãos dadas, nos assistam dar o maior abraço quando nos reunirmos depois de um longo dia.

Quero que eles vejam que quando você ama alguém, é normal e natural querer mostrar afeto a eles – isso alimenta um relacionamento.

Mas o que também entrou nessa discussão é o consentimento.

Obrigado por estar presente comigo durante essas conversas, às vezes difíceis de navegar, e por realmente entender o quão significantes essas lições realmente são.

E não tenho certeza se você sabe o quanto seu carinho significa para mim, então eu vou lhe dizer.

O abraço que você me dá depois de passar pela porta do trabalho é algo que espero o dia todo. Isso me recarrega.

Seus braços, prontos para me pegar quando eu cair, estiveram lá para me apoiar muitas vezes quando eu desmoronei.

Saber que você sempre estará lá para mim – ao meu lado – me faz sentir corajosa.

Isso me tranquiliza.

O beijo que você me dá antes de sair para o trabalho – em silêncio – nas primeiras horas da manhã – é algo que espero e preciso todas as manhãs.

Isso me incentiva.

Saber que sua mão está ao meu lado, para eu segurar – enquanto estamos andando, quando estou nervosa, quando só quero me sentir conectada a você – é um privilégio que tenho a sorte de ter.

Isso me protege.

A massagem nas costas que você me dá me ajuda a me sentir viva. Você sabe como a maternidade pode ser cansativa para mim e, quando sugere retirar meus (muitos, muitos) nós, sinto que você entende minhas necessidades.

Isso me valida.

Saber que dançar juntos na cozinha garantirá que as três garotas se juntem aquece meu coração. Enche minha xícara de café com tanto amor, que isso… Me exita!

O ato íntimo de enxugar as lágrimas do meu rosto me confortou mais do que você imagina.

Você me faz sentir segura.

Sentir você ao meu lado na cama, me aconchegar antes de adormecer, apaga o estresse do dia. (Mesmo que seja apenas cerca de 30 segundos antes de nós dois virarmos para conseguir nosso próprio espaço e cair no sono.)

Isso me faz sentir em paz.

Quando nos enrolamos juntos no sofá após um dia exaustivo de refeições e colapsos, fraldas e devoluções, e-mails e reuniões, percebo que não havia outro lugar que eu preferiria estar no mundo.

O coração bate, os rápidos beijos de passagem, a mão apertada, os beijos na testa, os cumprimentos… me fazem sentir especial, bonita, importante.

Seu carinho me lembra que eu sou sua garota e que estamos nisso juntos.

Ser mãe é difícil.

Eu sei que você já sabe disso.

Eu dou e dou … e depois dou mais.

Pode ser, muitas vezes, emocionalmente desgastante e fisicamente desgastante.

E não recebo bônus de meus chefes ou um boletim para provar o quanto estou trabalhando e quanto esforço meu papel exige. Muitas vezes fico me perguntando se estou fazendo algo certo.

E muitas vezes posso me dar um tempo e perceber que estou fazendo um ótimo trabalho.

E eu posso me sentir bonita e posso demonstrar amor. Mas sou apenas humana e desejo a sua validação.

Sou grata por você me mostrar o que vale a pena com tanto carinho, porque esse seu jeito funciona para mim.

Então muitoooo obrigada.

Eu me sinto muito valorizada. Eu me sinto apreciada. E acima de tudo, eu me sinto amada.

Com amor sempre,

Sua esposa!

* Via Mother Ly. Tradução e adaptação REDAÇÃO Resiliência Humana.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia