Mesmo conhecendo todos os teus defeitos, Deus resolveu te amar.

Luciano Cazz

Afaste-se de quem admira suas qualidades em silêncio e julga seus defeitos em voz alta.

Tire esse peso das suas costas: pessoas perfeitas não existem. Todo ser humano é um conjunto de qualidades e defeitos, por isso não há razão para se sentir inferior pelos seus. Para ser feliz, a gente precisa aceitar nossas limitações com naturalidade e aprender a lidar com elas de forma sábia para cada vez mais evoluir enquanto seres humanos perante os desígnios de Deus. Portanto:


1. Não se torture por seus defeitos
A culpa não acaba com as nossas limitações, pelo contrário, ela potencializa nossas falhas e faz com que entremos em um ciclo vicioso de angústia e irritação. O que gera uma sensação de impotência e fere nossa autoconfiança podendo nos levar à depressão.

2. Não tenha vergonha dos seus defeitos
Eles fazem parte da sua natureza e existem para você evoluir e não para colocá-lo para baixo. Os defeitos nos ensinam a ter autocontrole, assim, amadurecemos nossa mente e progredimos enquanto almas. Vencer um defeito é cumprir com os desígnios de Deus.

3. Não deixe seus defeitos se agigantarem perante suas qualidades
Seja inteiro e não apenas os seus defeitos. Mostre tudo que você tem de bom, não só para que os outros entendam suas capacidades, mas para que você jamais deixe de acreditar no divino valor que possui e na importância que tem para esse mundo.

4. Desligue-se de tudo que leva você a viver os seus defeitos
Afasta-se de tudo aquilo que lhe torna agressivo ou faz você se sentir sufocado, oprimido, irritado, ansioso ou melancólico. Você tem o direito e o dever de querer ser uma pessoa melhor longe do que ou de quem quer vê-lo em seu pior. Portanto, gaste seu tempo com quem consegue ver e estimular o que de maravilhoso há em você!

5. Potencialize seus defeitos para o lado positivo.
É possível, sim! Ser teimoso evita desistir de sonhos. Ser cético faz percorrer um caminho lindo até a verdade. Um ser de memória fraca pode esquecer tudo de ruim que já passou. Ser sincero demais nos liga aos fortes. Use seu egoísmo contra os oportunistas e defenda seus direitos. Seu extremismo, aplique contra a maldade. E aproveite sua preguiça para ficar de conchinha com seu amor assistindo filmes. Permita-se viver seus defeitos de uma forma produtiva para que, quando eles vierem atrapalhar sua vida, você possa se sentir mais forte para enfrentá-los.


6. Entenda que seus defeitos têm um sentido divino
Não é fácil. Eu sei. Exige resiliência, muito força de vontade, persistência e treinamento, mas é uma luta válida porque nossas limitações revelam exatamente aquilo que Deus pretende que aprimoremos nessa vida. Então, não as ignore, pelo contrário, enfrente-as. Nossas imperfeições estão diretamente ligadas ao motivo pelo qual estamos nesse mundo. Nossas deficiências não são daqui, vieram conosco para nos ajudar a espiar dívidas e evoluir enquanto almas eternas que somos.

Todo mundo tem teto de vidro, então, que todos guardem suas pedras. Jamais esqueça que ninguém tem o direito de julgar. Afinal, se Deus nos deu defeitos, é porque eles fazem parte da divindade do universo. Por isso, aonde você for, sempre prefira defeitos sinceros do que uma falsa perfeição. Deus agradece.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Luciano Cazz
"Luciano Cazz é publicitário, ator, roteirista e autor do livro A Tempestade depois do Arco-íris."

COMENTÁRIOS