Menina de 2 anos ajuda pais deficientes visuais a caminhar e usar o celular

Clarinha veio para iluminar a vida dessa família.

Resiliência Humana

A pequena Clarinha veio mesmo pra iluminar a vida dessa família. Ela é uma luz na casa de Marlene e Alex. Os dois são deficientes visuais e é Ana Clara, que tem 2 aninhos de vida, que auxilia os pais a caminhar, usar o celular e até ajuda a evitar acidentes com objetos pela casa.

A preparação para o desafio que Clarinha iria enfrentar começou ainda na barriga da mamãe. “A gente contava para ela, explicava que nós temos deficiência visual, mas que íamos dar o nosso melhor para cuidar dela e que Deus tinha um propósito de ter enviado ela para as nossas vidas”, revela Marlene.

Depois de nascer, a menina foi orientada sobre a deficiência visual dos papais: rapidamente entendeu suas limitações passou a ajudá-los. “Quando ela tinha uns dez meses, eu a arrumei e falei: ‘filha, mostra para o papai como você está linda’ e eu fiquei pensando em como ela iria mostrar. Ela pegou a mão dele e foi mostrando o laço, a roupa, o sapato”, relembra a mãe.

Clarinha foi dando outros indícios de que compreendia a situação. À medida que crescia, ela fazia questão de mostrar o tamanho do cabelo e o nascimento dos dentes para os pais através do tato. Hoje, ela ajuda a guiar os passos, direcionar o dedo da mãe na tela do celular, sinalizar objetos pela casa, e por aí vai.

Marlene e Alex têm visão comprometida e enxergam apenas vultos

LEIA MATÉRIA NA INTEGRA CLICANDO AQUI RAZÕES PARA ACREDITAR

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia