Médicos acham uma aranha marrom dentro do ouvido de uma mulher

Resiliência Humana

Susie Torres de Kansas City achou que tinha água no ouvido. Acontece que foi realmente um pesadelo. Ela foi ao médico assumindo que tinha um caso de “orelha de nadadora” que ela simplesmente não conseguia curar.

Torres não tinha água no ouvido, no entanto, havia uma aranha morando lá. Uma reclusa marrom. Uma aranha extremamente venenosa.

Como Torres descobriu que uma aranha estava vivendo em seu ouvido é provavelmente a parte mais horrível de tudo isso.

O médico que a examinava viu algo especialmente preocupante em seu ouvido e praticamente saiu correndo da sala.

Ver que seu médico examinador encontrou algo em você e depois saiu correndo da sala parece um susto equivalente ao seu pára-quedas não abrir quando você pula no abismo. Apenas um sentimento total de desesperança.

Você não só está com problemas claros, mas também irreparavelmente e terrivelmente assustado. O problema é tão grande que vai ser traumatizante para as pessoas que testemunharem.

Felizmente, seu médico voltou alguns momentos depois com alguns colegas. No início, Torres foi informada de que ela tinha um inseto no ouvido antes que a equipe de médicos curiosos finalmente percebesse que era uma aranha.

O recluso marrom foi retirado da orelha de Torres sem mais incidentes, felizmente.

Torres não foi picada pela aranha, então tudo está bem quando acaba bem, certo? Errado. Super errado.

Em entrevista a tv americana, Torres disse que ficou tão (com razão) assustada com o incidente que agora está dormindo com tampões. E realmente, é mesmo o suficiente?

A única maneira de se sentir seguro depois disso é vestir uma máscara facial em sua cabeça, ensacando sua cama com mosquiteiro e colocando mil armadilhas em sua casa.

O susto de ter um inseto dentro de casa já é enorme, um venenoso então, é apavorante, agora imagina essa mulher descobrindo que o que estava te causando dores e tirando o sono, era um inseto potencialmente venenoso e que poderia ter a matado?

Tem notícia que até parece fakenews de tão absurda, não acham?

*Tradução e adaptação REDAÇÃO RH. Com informações de Rare.

COMPARTILHAR




COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia