Me roube sorrisos. Mas só risos.

Pedro Ficarelli

Mais sorrisos, por favor.

Daqueles sinceros que enchem os olhos de alegria semeando o amor por onde passa. Por mais sorrisos espontâneos e acolhedores. Daqueles que te abraçam sem precisar te envolver nos braços. Sorrisos com naturalidade e simplicidade. Daqueles com os caninos á mostra que sabem muito bem quando apresentar a sua meta singularidade.

Gosto de sorrisos bobos. Daqueles que te roubam sorrisos também. Confesso ter uma queda enorme por dentes tortos ou separados na frente. Coisa organizada demais é pra gente que tem tempo pra gastar. Gosto dos molares que gritam por aparelho móvel, mas logo se calam quando a boca faz o encaixe perfeito em outros risos.

Me roube sorrisos. Mas só risos.

Sorriso é contagiante. Sorriso é alegre e apaixonante. Um sorriso sincero te balança mais do que abalo sísmico, e faz com que qualquer exército russo se desarme frente a ele. Um sorriso ou dois, não importa. Seja semeador de sorrisos mundo afora e permita-se contemplar outros sorrisos também. Sorriso é amor e a cura da dor.

O mundo é um grande sorriso. Se você se permite sorrir pra ele, ele te sorrir de volta da mesma maneira.

Mais sorrisos, por favor.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Pedro Ficarelli
Apaixonado pela poesia feminina. Acredito fielmente que o amor seja o infinito que resolveu morar no detalhe das palavras. Muito prazer, eu me chamo Pedro Ficarelli, e escrevo com o único intuito de pôr palavras onde a tua dor se faz insuportável.

COMENTÁRIOS