Mãe é uma palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor…

Daniele Fidelis

A mulher tem o dom único de gerar uma pequena vida dentro de si, de ser mãe!

Para as mães que engravidaram com facilidade, para aquelas que tiveram que fazer tratamento e para aquelas que abriram o seu coração para a adoção.

Para as mães que tiveram uma gravidez cheia de enjoos, mal-estar, inchaço e para aquelas que tiveram uma gravidez tranquila e plena.

Para as mães que escolheram levar a gravidez até o final e não desistiram dos seus filhos, mesmo contra tudo e todos.

Para as mães que amamentaram chorando, para as que não conseguiram amamentar e para as que até hoje amamentam.

Para as mães que estão de coque no cabelo e de pijama o dia inteiro, para as mães que não conseguiram almoçar e para aquelas que conseguiram se arrumar e comer uma comida quentinha.

Para as mães que se escondem no banheiro para chorar e para aquelas que choram na frente de todo mundo.

Para as mães que não se reconhecem no espelho e para aquelas que continuam se achando lindas.

Para as mães que deram à luz a anjos e para as mães que podem estar com seus filhos.

Para as mães que choram depois de perder a paciência com seus filhos e para as mães que não perdem a paciência.

Para as mães que preparam cuidadosamente a papinha para seus filhos e para as mães que delegam essa tarefa.

Para as mães com filhos especiais. Para as mães guerreiras de UTI’s neo-natal. Para as mães de todas as idades, etnias e porte físico.

Para as mães solteiras e casadas. Para as mães que estão longe por algum motivo. Para as mães dona de casa e para as mães que trabalham fora dela.

Simplesmente para todas as mães!

Esse dia foi separado para lembrá-las do quão preciosas e importantes para a humildade vocês são. Para lembrá-las de que mãe é uma palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, fortaleza, porto seguro, renúncia de si, força e sabedoria.

Ser mãe é mais do que “dar à luz”, ser mãe é participar da vida dos seus frutos, gerados ou criados.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Daniele Fidelis
Papel e caneta sempre foram meus confidentes . Nele consigo expressar os meus mais sinceros sentimentos e espero poder toca-lós e ajudá-los com que escrevo sobre a vida e o meu cotidiano! Escrever é uma arte e é aqui que me sinto à vontade.