Louro contra a ansiedade: um remédio milenar ao seu alcance

Resiliência Humana

Embora seja muito eficaz em forma de infusão ou como aromaterapia, devemos evitar consumir diretamente a folha de louro, já que ela pode ser tóxica.

O louro oferece sabor aos nossos pratos, acalma a nossa mente e proporciona saúde ao nosso organismo.

Este arbusto usado desde a antiguidade por todas as culturas do Mediterrâneo conta, até hoje, com a mesma relevância.

Além de suas clássicas propriedades expectorantes, o louro tem em suas folhas uma infinidade de benefícios para a mente e o corpo.

É um tempero muito clássico na cozinha, e sua simbologia segue refletindo o “triunfo” em muitas culturas.

A clássica coroa de louro não é mais do que a expressão desta planta rica em recursos, virtudes e maravilhas que todos temos ao nosso alcance.

Convém recordar, no entanto, que o louro não pode ser consumido. Podemos fazer infusões, vapores, e ele pode ser usado como condimento no arroz, feijão, etc.

Na hora de servir o prato ou bebida, devemos retirar as folhas da planta.

A seguir, explicaremos um de seus usos mais conhecidos: ajudar a combater a ansiedade.

Estamos diante de uma planta medicinal. Dentro do campo dos tratamentos naturais, o louro é usado desde sempre como tônico estomacal.

É um bom digestivo e, além disso, combate todo tipo de inflamação. Nos permite absorver melhor os nutrientes e, graças à sua fragrância, estimula o apetite.

No entanto, como já indicamos antes, esta planta não deve ser mastigada nem engolida.

Ela só é tóxica se for ingerida em grandes quantidades, mas como sempre ocorre quando falamos de plantas medicinais, a chave de seu benefício está em consumi-las nas doses exatas e adequadas.

Vejamos a seguir quais propriedades caracterizam esta planta de origem mediterrânea.

Depura seu organismo e regula sua respiração

O louro é a planta do equilíbrio e do relaxamento.

Estas características quase “espirituais” possuem virtudes muito pontuais para melhorar desde a nossa circulação, a função digestiva e até a hepática.

As folhas de louro oferecem um equilíbrio orgânico adequado em nosso interior que exerce um poder relaxante em nossa mente.

A inalação dos vapores de louro, por exemplo, é utilizada há muito tempo na aromaterapia para tratar o catarro e o muco, bem como para eliminar as bactérias das vias respiratórias.

Cuida do seu coração e é um relaxante natural

Quando sofremos de ansiedade, nosso cérebro nos prepara para a fuga ou para fazer frente a uma ameaça.

Este sistema de alerta exerce, por sua vez, um grande impacto sobre nosso coração: acelera o ritmo cardíaco e causa tensão em nossos músculos produzindo sobrecargas.

É comum, por exemplo, sentir a clássica “pressão” no peito quando sofremos de ansiedade. Um modo de combater estes efeitos é fazendo uso das folhinhas de louro (por meio de uma infusão ou da aromaterapia).

O ácido cafeico é um composto orgânico presente nesta planta que cuida de forma notável da saúde do coração.

É, além disso, um antioxidante maravilhoso que combate as inflamações e que também pode ser encontrado, por exemplo, no limão e no chá verde.

Reduz o estresse e a ansiedade

As folhas de louro atuam como um calmante muito eficaz. O linalol, um óleo essencial presente nesta planta, é muito útil para acalmar nossa mente e reduzir o nível de cortisol no sangue.

O hormônio do estresse costuma reagir muito bem a este tipo de terapia natural como a fitoterapia ou a aromaterapia.

No entanto, no caso de que seu nível de ansiedade seja persistente e dure mais do que um mês, não hesite em consultar um profissional da saúde.

Este tipo de enfoque é complementar. Nunca pode nem deve substituir o tratamento receitado pelos médicos.

Como usar o louro para tratar a ansiedade

Tratamento 1: infusão de louro e canela

Ingredientes

1 litro de água
2 ramos de canela
5 folhas de louro

Preparação

É muito simples. Basta colocar o litro de água em uma panela e aquecê-lo. Quando chegar à ebulição, acrescente a canela e as folhas de louro.

Permita que se faça a infusão durante 20 minutos. Passado este tempo, deixe que repouse por, pelo menos, meia hora.

Depois, só teremos que coar o conteúdo para ficarmos com a água. Você pode colocar a infusão em uma garrafa de vidro para sua melhor conservação.

Beba em pequenos goles, antes das refeições.

Tratamento 2: queimar folhas de louro

Do que preciso?

1 tigela onde se possa queimar as folhas com segurança

3 folhas secas de louro

Como fazer

Coloque as três folhas secas de louro na tigela ou recipiente escolhido.

Vá a um local tranquilo e use um fósforo para queimar as folhas. Procure fazer com que ninguém esteja ao seu redor.

Deite-se e deixe que o aroma mágico e relaxante do louro o rodeie durante alguns minutos.

Quando são queimadas, as folhas de louro liberam certas substâncias aromáticas que, ao serem inspiradas, nos ajudam a nos recuperar da fadiga e nos relaxam.

Não hesite em experimentar e ver se funciona para você.

FONTEMelhor com Saúde
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia