Liberte-se das impressões do passado

Resiliência Humana

Liberte-se das impressões do passado!

“Tudo o que você acredita, com o sentimento se torna sua realidade” – Tony Robbins

Nossas crenças agem como filtros em uma câmera através da qual vemos a vida e o nosso passado.

Elas determinam nossa motivação – o que prestamos atenção – ao nível de clareza com que avaliamos experiências, nossas perspectivas sobre eventos e a coloração de nossas interpretações – vendo a vida em uma escala de cinza ou com uma mistura de possibilidades.

Mas crenças são mais do que apenas filtros. Elas são influenciadores ativos.

Em um processo subconsciente, elas atraem situações a sua vida que confirmam as crenças que você mantém sobre si e sobre os outros.

Isso é corrigido pelo fato de que a mente subconsciente trabalha com ‘ reconhecimento de padrões’ e executa seus programas estabelecidos repetidamente. Por exemplo:

Segurança: O mundo é um lugar perigoso; Não consigo lidar quando as coisas dão errado …

Performance: eu sou estúpido; Não consigo acertar nada; Ninguém vai gostar do que eu faço; Não tenho opções; Serei rejeitado a menos que faça tudo perfeitamente …

Amor: As pessoas sempre me deixam; Eu não sou amável; Eu não mereço amor.

Os exemplos acima listam apenas crenças negativas, mas é claro que você também tem muitas positivas que ajudam a guiá-lo pela vida com graça e facilidade.

Portanto, para se libertar de crenças negativas, que impedem a sua progressão na vida, você deve começar com as etapas abaixo:

Identifique suas crenças.

As crenças fazem parte de sua experiência cotidiana, seja o detetive de sua própria vida. Suba na montanha imaginária mais alta, veja os padrões de sua vida e pergunte a si mesmo:

Que crença ou expectativa está puxando as cordas e definindo as regras aqui?

Que tema estou reencenando uma e outra vez?

Questione suas regras.

Crenças são como plantas, elas determinam as ‘regras’ de como viver, seu comportamento, escolhas e ações. Elas também são evidentes na maneira como você pensa e no que diz a si mesmo: eu deveria; Eu não deveria (quem decidiu isso?); Eu sou …; (quem fez essas regras! como você aprendeu a pensar em termos de causa e efeito negativo?), eu não posso (quem é o juiz?);

Reconheça os padrões.

Sempre que você encontrar problemas recorrentes em sua vida, eles provavelmente serão sustentados por algumas crenças fundamentais incorporadas a você desde tenra idade.

Por exemplo, em reuniões sociais, você pode ser um intruso, nunca sendo adequado, não importa o que faça.

Ou você se encontra no mesmo tipo de relacionamento – parceiro diferente, mesmos problemas e mesmo drama. Em que você acreditaria para encenar cenários repetitivos?

Revise o problema em cada situação e procure um tema comum neles.

Por exemplo, os exemplos acima são conduzidos pelas crenças: eu sou diferente; Eu não sou digno de amor; Eu sou inferior.

Seja o investigador em sua própria vida.

Reconheça os padrões da sua vida e pergunte a si mesmo:

Que crença está definindo as regras aqui? Que tema estou recriando uma e outra vez?

Reescreva suas crenças.

Faça uma lista dos “Maiores Sucessos” com suas próprias crenças problemáticas.

Coloque-os em grupos se eles seguirem um tema, mas lidem com cada um separadamente.

Examine as evidências.

A crença é absolutamente verdadeira?

Qual é a origem da crença?

Como eu aprendi a ter essa crença?

A crença ainda é relevante para a pessoa que sou agora e a vida que desejo viver?

Que benefício eu ganharia se desistisse?

Você se sentirá melhor consigo mesmo e com suas perspectivas de vida; Você estará mais aberto a novas experiências …

Depois de examinar e desafiar sua crença existente, pense em uma afirmação mais realista e formule novas regras.

Por exemplo:

Antiga crença: sou menos que os outros

Nova crença: Como todo mundo, tenho características positivas e desafiadoras.

Regra antiga: tenho que aceitar um parceiro de vida, mesmo que ele não me valorize ou acabarei sozinho.

Nova regra: Eu só aceitarei um parceiro que me trata com respeito. Vou procurar uma parceria realmente positiva.

Visualizar

Liberte das crenças negativas do passado com essa técnica:

Técnicas de visualização podem ser usadas para curar sentimentos dolorosos antigos, bem como substituir crenças negativas por crenças mais realistas:

Identifique experiências precisas que contribuíram para as crenças centrais negativas que você mantém agora.

Então imagine seu adulto se visitando quando criança durante esses tempos.

Você vê que sua mente subconsciente não faz distinção entre experiências reais ou sonhos.

A pessoa que você era então está tão presente quanto você agora.

Portanto, quaisquer novos conselhos que você der ao seu eu mais jovem em sua mente serão administrados e mantidos pelo seu subconsciente como se isso realmente tivesse acontecido.

Você pode ter que repetir o processo para mudar outras crenças do passado.

Mas enquanto as ações do passado não podem ser mudadas, as crenças formadas naquele momento e que ainda controlam sua vida podem.

Aja como se suas novas crenças fossem verdadeiras

Escrever um novo script de crença é muito importante. Mas ainda não fornece a energia para a mudança.

Você precisa agir e manifestar a nova crença em sua vida.

Se você não tiver certeza, lembre-se do ditado: Se você não conseguir, falsifique!

Basicamente, pratique para ser a pessoa que você quer ser, mesmo que a princípio não pareça você.

Ao adotar uma nova compreensão de quem você é e ir além da sua zona de conforto para uma nova zona, você se redefinirá e remodelará sua vida!

*Via Vadia Life. Tradução e adaptação REDAÇÃO Resiliência Humana.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia