Já parou pra pensar que muita gente queria estar onde você está e ter o que você tem?

Chegou a hora de ser mais grato e reclamar menos.

Se deu certo, agradeça, se deu errado, agradeça também. O tempo é de Deus não seu! Não seja ingrato e saiba dar valor a tudo! O que é seu está guardado, apenas tenha paciência.

Saber esperar é um exercício de paciência. Enfrentar filas diariamente, ficar preso no trânsito ou demorar para ser atendido são hipóteses corriqueiras que faz qualquer um perder a paciência.

Vivemos em um momento que devemos fazer tudo rápido, ultrapassando os limites do corpo e da saúde. Mas não podemos acelerar o ritmo da vida ou manipular o tempo; por isso, precisamos ter paciência para poder viver o aqui e o agora, desfrutando de bons momentos.

A maioria das hipóteses dispensa o imediatismo, mas estamos sempre com uma sensação de urgência. E isso provoca ansiedade e estresse, diminuindo a paciência.

Temos vários estressores que não temos dificuldade em chegar a um objetivo, por isso é importante identificar os gatilhos que minam a nossa paciência para conseguir ter mais autocontrole.

A ansiedade está intimamente ligada à falta de paciência, um imediatismo psíquico. Os mecanismos de apressamento que nos rodeiam são o oposto da espera.

A paciência é uma habilidade que pode ser desenvolvida e, nos dias de hoje, pode ser considerada uma virtude essencial para agir com serenidade nos momentos de estresse.

É preciso desenvolver formas de sobrepor a razão à emoção exacerbada para que o impaciente tenha uma qualidade de vida melhor.

A primeira medida é sentido como razões que levam à intolerância, a fim de trabalhar essa questão interiormente.

O impaciente patológico precisa trabalhar como explosões para buscar um equilíbrio entre a emoção e a razão para não comprometer o desenvolvimento das tarefas diárias.

Leia Também: Não tente forçar o que precisa de tempo para acontecer!

Algumas pessoas são mais capazes de ter paciência e de não se apressarem das intensas demandas sociais dos dias atuais. E para haver paciência é preciso que haja autocontrole, autoestima estruturada, maturidade para lidar com as hipóteses e, principalmente, controle da ansiedade.

Uma pessoa com boa autoestima, tem mais segurança para passar por períodos de privação sem perder a confiança.

É essencial aprender a viver sem atropelar os fatos e pensamentos, aproveitando as oportunidades no momento em que elas ocorrem, sabendo analisar e tomar decisões corretas.

Chame no direct @rhamuche caso precise de ajuda com a ansiedade.

Comece a pensar diferente, muitas pessoas queriam ter o que você tem e estar onde você está, pensar assim te faz ser mais grato por tudo e te leva a um outro nível de satisfação com a própria vida.

*DA REDAÇÃO RH. Texto de Robson Hamuche, idealizador do Resiliência Humana, terapeuta transpessoal e Constelador Familiar.
Foto de Guilherme Stecanella no Unsplash

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Robson Hamuche é Terapeuta transpessoal com especialização em constelação familiar, compõe a equipe de terapeutas do Instituto Tadashi Kadomoto (ITK). É também idealizador e sócio-proprietário do Resiliência Humana, grupo de mídia dedicado ao desenvolvimento humano, que reúne informação de qualidade acerca de todo o universo do desenvolvimento pessoal, usando uma linguagem leve e acessível.