Islandeses abraçam árvores em vez de pessoas para superar o isolamento social.

Resiliência Humana
islandeses-abracam-arvores-em-vez-de-pessoas-para-superar-o-isolamento-social

Os islandeses abraçam árvores em vez de pessoas para superar o isolamento social.

Por Luis Lizama

Por mais louco que possa parecer, as plantas têm vida e o contato com elas pode trazer muitos benefícios para a saúde e a alma.

O coronavírus e o confinamento para prevenir a infecção fizeram uma confusão nos sentimentos de muitas pessoas.

Solidão, angústia e estresse podem surgir de um momento para outro, por isso é importante encontrar estratégias para permanecer ativo e não declinar.

Aqueles que podem estar em contato com a natureza têm muita sorte.

Muitos islandeses recomendam abraçar árvores para combater a solidão dessa quarentena. E a maioria deles realmente está assumindo essa prática como terapia nesses dias de confinamento.

Não é como abraçar uma pessoa, porque uma árvore não pode infectá-lo, mas elas também são seres vivos, quase como qualquer outro. Por mais louco que pareça, isso pode trazer benefícios para a alma.

Ada postou uma foto abraçando uma árvore e o que escreveu em seu perfil do Instagram é realmente interessante:

View this post on Instagram

When was the last time you hugged a tree? I do that often. In the last period tree hugging was the only type of hugging available to me. Lately, everytime i would hug a tree i would exchange energy with the tree-person. I would give the tree healing, as a way to give healing to Mother Earth. The Tree would give me love and life energy. Only that this time around the connection between us was different. Not better, coz that is duality, just different. It was as if my soul and not my physical body who was hugging the tree. And then i got it. I am still transcending into 5D, while trees and souls are already there. If you wonder why we don’t see the trees in 5D that is for the same reason that Native Americans didn’t see the ships approaching. Our senses recognize what is familiar. So no you are not able to see with your sight everything. . So today go outside and hug a tree. Connect to this beautiful being. Ask to feel and get a glimpse of 5D. Close your eyes and just feel. No prejudices. Just feel. You will be amazed. . Just love, from my soul to yours💙💜 This too shall pass. . 📷@grethefremobjorn❤️

A post shared by Ada Komani (@adakomani) on

Ela disse: “Quando foi a última vez que você abraçou uma árvore? Eu faço isso frequentemente. No último período, abraçar árvores era o único tipo de abraço disponível para mim. Ultimamente, toda vez que abraço um, troco energia com a árvore. Curaria a árvore, como uma maneira de curar a Mãe Terra. A árvore me daria amor e energia vital. Só que desta vez a conexão entre nós era diferente. Não é melhor, porque isso é dualidade, apenas diferente. Era como se minha alma e não meu corpo físico estivesse abraçando a árvore. E então eu entendi.

Eu ainda estou transcendendo para a 5D(quinta dimensão), enquanto as árvores e as almas já estão lá. Se você está se perguntando por que não vemos as árvores em 5D, é pela mesma razão que os nativos americanos não viram os navios se aproximando. Nossos sentidos reconhecem o que é familiar. Então não, você não pode ver tudo com seus olhos.

Então hoje saia e abrace uma árvore. Conecte-se com este ser bonito. Peça para sentir a paz que transmitem e dê uma olhada em 5D. Feche os olhos e apenas sinta. Sem preconceito. Sinta apenas. Você ficará surpreso.”, finalizou.

Mas ela não é a única. Várias pessoas replicaram esse chamado de amor:

Agora, com o distanciamento social, esses tipos de ideias cresceram e parecem muito boas. Mesmo que você não mude por fora, isso servirá como um momento de reflexão, para entrar em contato com outro ser vivo e se conectar por um momento.

Conforme relatado pela mídia do país, estudos realizados nos últimos anos mostraram que algumas condições podem ser aliviadas com esse tipo de terapia.

Fala-se de doença mental, depressão, déficit de atenção ou distúrbio de hiperatividade, estresse e dores de cabeça.

Obviamente, a recomendação não é sair para parques ou locais públicos.

A ideia é fazê-lo apenas se você tiver um lugar privado, em paz e tranquilidade.

Eles dizem que com 5 minutos de abraço, você já notará uma mudança.

O importante é a qualidade da interação e sua disposição.

“Eu descanso minha bochecha contra o tronco e sinto o calor e as correntes fluindo da árvore em minha direção. Você pode realmente sentir isso. Þor Þorfinnsson, guarda florestal da Islândia.

View this post on Instagram

Bugün Tohum İstanbul’un doğumgünü. İki yıl önce bugün çok sevdiğim arkadaşlarımla nefis bir yeni ay gecesinde (tam da ekinoks’ta) Tohum İstanbul’un kuruluşunu kutlamış, iyiliğe, güzelliğe kadeh kaldırmıştık. 🌱💫 Çok güzel geçen iki yıldı. Tohum İstanbul filizlendi, büyüdü. O günden bu yana yüzlerce kez kadeh kaldırdık. Tohum İstanbul buluşmalarına kalbini açıp gelenler birbirlerine ilham verdi; beraber öğrendik, çok güldük, çok paylaştık, birlikte yol aldık. Ve her Tohum İstanbul deneyiminin sonunda birbirimize sarılarak ayrıldık. Şükür ki, ben ve ekip arkadaşlarım, tanıdığımız, tanımadığımız herkese sarılmamızla ünlüyüz.🙏🏻Şaka değil, gerçekten. Bugüne kadar Tohum İstanbul deneyimlerinde yaklaşık 6500 kişiye sarılmışız. Sadece insanlara değil ağaçlara, hayvanlara da sarılıp duruyoruz. Bu yüzden, evden çıkmadığımız, en yakınlarımıza bile sarılamadığımız bugünler geçince yapacağımız ilk şey yine herkese sarılmak olacak. O zamana kadar ağaçlara sarılmaya devam. Bu iki yılda hayatıma giren, güzellik yayan, hayatı paylaşan, iyiliği çoğaltan, içindeki ışığı keşfedip başkalarına da ışık veren herkese çok teşekkür ederim🙏🏻🙏🏻 #tohumistanbulikiyaşında #tohumistanbul #tohumistanbulilham .. . . #happybirthdaytome #iyiliğiçoğalt #iyilikgüzellik #ağaç #ağacasarıl #huggingtrees #hugtrees #motherearth #istanbul #atatürkarboretumu

A post shared by Tohum İstanbul (@tohumistanbul) on

Isto não é novo.

Diz-se que a prática começou com o hinduísmo em 1730, na Índia. Sem dúvida, é uma história muito interessante.

A única opção para verificar a veracidade desse benefício é abraçar um amigo da natureza.

Vamos abraçar uma arvore hoje?

*Tradução e adaptação REDAÇÃO RH. Com informações UPSOCL.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS






COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia