Homens que só pensam em si mesmo. Como se relacionar com eles?

Resiliência Humana
Closeup of crying woman with tears

Todo mundo já passou por um relacionamento com uma pessoa egoísta, que são muitas e em grande número. São pessoas que pensam em si mesmo mais que em outras, que não querem dividir nada e querem ter tudo do seu jeito ou vão fechar o sorriso e querer ir embora logo. Tais pessoas são bem difíceis de conviver, mas com jeitinho tudo é possível.

Tente mostrar que dividir é bacana


Você pode dar uma lição em seu companheiro de duas formas: partilhando e não partilhando. Compre uma coisa bacana e que o outro adoraria para si também. Depois diga que não vai partilhar porque é só seu e pronto. Deixe que ele sinta como é chato ter alguém egoísta do lado e, se ele insistir, relembre de outra coisa que ele fez ou partilhou e você estava louca para ter mais não foi dividido com você. Incomoda, não é mesmo? Ele vai entender o recado (a menos que seja uma pessoa egoísta e burra). Ou você pode partilhar e mostrar que as vezes dividir é bacana e que pensa nele também, por isso comprou.

Tente incentivar atividades que exijam a partilha no seu companheiro

Ninguém deixa de ser egoísta ou se tornou assim de uma hora para a outra. Medidas fazem as pessoas ficarem assim e algumas podem ser combatidas com novas medidas simples no dia a dia, como incentivar o compartilhamento. Você pode incentivar seu companheiro a doar objetos que não queira mais, ou que vá a uma feira de troca e ainda faça atividades coletivas como ir ao cinema e pagar a conta em conjunto de um bar. Se ele se sair bem em todas essas dicas, é sinal de que ele está começando a ceder.

Tentem comprar algo conjuntamente

Uma medida para ajudar a tirar o egoísmo do seu companheiro pode ser o incentivar a comprar coisas em casal. Se ele consegue dividir uma conta de um bem a ser usado por duas pessoas, poderá conseguir dividir outras coisas pouco a pouco. O segredo é ter paciência e ser uma pessoa tranquila, pois nenhuma mudança em personalizado acontece de uma hora para a outra.

FONTERelacionamentos
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS