“Filho, não saia por aí partindo o coração de garotas inocentes.”

Pedro Ficarelli

Em meus anos mais jovens, escutei este conselho materno que hoje eu guardo comigo para todo o sempre. Julie – a minha mãe – sempre me contava histórias de como os homens machucavam as mulheres naquela época, e eu ficava imaginando como eram capazes de tamanhas atrocidades. E por muitos e muitos anos, eu carreguei este aprendizado comigo; “Não saia por aí partindo o coração de garotas inocentes.” Mesmo sem entender o seu real significado.

Para você, meu filho. (04/10/1954)

Filho, você precisa ser verdadeiro naquilo que diz e naquilo que costuma fazer. Precisa saber escutar para poder entender, e vai perceber que precisa ser – e estar – calmo mesmo nos teus dias mais difíceis. Pois se você deixar a raiva te consumir por inteiro, resultará em algo que você jamais faria se estivesse calmo. Existirão dias árduos e cansativos, eu sei. Dias ruins no trabalho e no teu relacionamento, mas eu lhe imploro, seja calmo independentemente de qualquer situação, feche os teus olhos por alguns segundos, respire fundo, e deixe a calmaria lhe invadir novamente antes de tomar qualquer iniciativa seja ela qual for.

Filho, lhe digo todas estas coisas por um simples e único motivo; a mulher que escolherá passar a vida inteira ao teu lado precisará muito de você assim, pleno, calmo, entende?Na verdade, vocês precisão muito um do outro para caso o mundo venha a desabar em teus ombros. Pois haverão dias que este mundo “perfeito” vai rachar bem na frente dos teus pequenos olhos, e você precisará da tua calma para resolver toda e qualquer situação. E caso você venha a se estressar – pois acredite, você irá – jamais a culpe por isto, apenas afaste-se um pouco e reflita. Vocês escolheram passar uma vida inteira juntos e tomarão certas decisões juntos também.

Filho, a lição mais importante que posso lhe deixar é; “não saia por aí partindo o coração de garotas inocentes.” E quando eu digo garotas, meu bem, preste bem atenção, eu falo de todas as mulheres que a tua mulher carrega no peito. De todas as mulheres que ela batalhou pra ser para poder chegar até aqui, segura nos teus braços. Você não pode imaginar a batalha que ela teve consigo mesma para poder deixar a sua confiança entregue assim em tuas mãos. Cuide-a. Ame-a. Por isso eu lhe imploro novamente, meu bem. Seja verdadeiro naquilo que costuma dizer e fazer. Seja sincero com as pessoas que lhe amam e estão ao seu redor. Seja calmo e tenha calma. Procure escutar a tua singularidade antes mesmo de se tornar plural. Escute alguns conselhos, mas não siga todos, pois apenas o teu coração é o único que pode dizer a direção do teu caminho. Não tenha pressa. Tenha calma. Não guarde rancor. Espalhe amor. Viva e sinta o presente que a vida lhe proporciona e lhe proporcionará. Seja fiel a quem você é, e a quem você ama. E será feliz. E terá paz.

P. S. – Com todo carinho e amor do mundo hoje e sempre.
Julie

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Pedro Ficarelli
Apaixonado pela poesia feminina. Acredito fielmente que o amor seja o infinito que resolveu morar no detalhe das palavras. Muito prazer, eu me chamo Pedro Ficarelli, e escrevo com o único intuito de pôr palavras onde a tua dor se faz insuportável.

COMENTÁRIOS