“Eu nunca interpretaria um toureiro, a menos que no final o touro me mate.”, disse o ator Joaquim Phoenix em resposta ao convite para interpretar um toureiro.

Por Alejandro Basulto

Phoenix até mesmo uma vez se recusou a colocar um peixe em um anzol para uma cena, porque isso era contra seus princípios.

Joaquim Phoenix não é apenas um ator de sucesso, ganhador de um Oscar por sua excelente atuação no filme Coringa, além de ter realizado outros papéis incríveis e inesquecíveis no cinema.

Ele também é um reconhecido ativista pela defesa dos direitos dos animais, aparecendo não só em manifestações e em campanhas de conscientização como as da PETA, e tem dedicado sua vida a mostrar a consequência da relação do ser humano e sua posição contra a fauna e o meio ambiente.

Joaquim, além de ser vegano, não atua em filmes que promovam o abuso de animais.

O que se refletiu em um momento que ele teve com um conhecido diretor americano. Pelo fato de, segundo o que é narrado na sua biografia, “Ele ainda está aqui”, em várias situações se opôs ao uso nocivo de animais para as suas funções de atuação.

Em uma ocasião, atuando para um filme do diretor americano David Dobkin, ele até se recusou a colocar um peixe no anzol, porque isso iria contra seus princípios.

Porém, possivelmente o momento mais memorável que viveu, em que demonstrou seu sempre presente ativismo pelos direitos dos animais, foi quando foi convidado a bancar o toureiro.


PETA

O engraçado é que isso também aconteceu quando ele estava com o diretor David Dobkin, que naquela época propôs ao vencedor do Oscar na categoria “Melhor Ator” o papel de toureiro.

A resposta de Joaquín Phoenix foi imediata, tornando-se um verdadeiro reflexo de seu jeito de ser e de seu amor pela fauna. Porque ele não apenas recusou categoricamente, mas também lhe disse algo que até hoje ressoa em seus seguidores ativistas.

protetor-dos-animais
WAM

O ator de papéis importantes em filmes como Gladiador, Johnny Cash, Her e o recente Joker, respondeu a Dobkin de uma forma que certamente este diretor de séries de TV e filmes jamais esquecerá. Porque ele disse que só faria o papel de toureiro caso estivesse morto.

“Eu nunca teria interesse em interpretar um toureiro a menos que no final o touro ganhasse e me matasse”, disse Joaquín Phoenix, para admiração de seus seguidores e outros amantes dos animais como ele.

eu-nunca-interpretaria-um-toureiro-a-menos-que-no-final-o-touro-me-mate
Foto:Reprodução

Não há dúvida de que este ator não faz rodeios quando o assunto é garantir o bem-estar e a proteção da fauna do planeta.

*Com informações UPSOCL.

VOCÊ JÁ VISITOU O INSTAGRAM E O FACEBOOK DO RESILIÊNCIA HUMANA?

SE TORNE CADA DIA MAIS RESILIENTE E DESENVOLVA A CAPACIDADE DE SOBREPOR-SE POSITIVAMENTE FRENTE AS ADVERSIDADES DA VIDA.

RECOMENDAMOS









Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia