Eu amo MUIIIIITO o meu namorado!

Resiliência Humana

Eu amo MUIIIITO o meu namorado? Ou e sou obcecada por ele?

por LYNDSIE ROBINSON

É totalmente aceitável estar na fase da lua de mel e ser louca pelo seu novo namorado, mas certifique-se de que seja saudável e não uma obsessão estranha …

Ficar obcecado com o seu parceiro pode dar errado de várias maneiras, desde afastá-los até simplesmente ser simples doentio para você. Aqui estão algumas das maneiras pelas quais as pessoas dizem que eu amo meu namorado que outras pessoas consideram obsessão.

1.VOCÊ NÃO FALA SOBRE MAIS NADA SÓ SOBRE ELE

Todo mundo fala sobre seus relacionamentos. No entanto, quando você não fala sobre mais nada, esse é um dos maiores sinais de que você é obcecado por seu namorado ou namorada.

Se seus amigos reviram os olhos constantemente, porque cada frase da sua boca começa com “Meu namorado e eu …” ou “Nós nos divertimos muito …”, então você pode ter um problema.

Quando tudo de interessante que você tem a dizer envolve o seu parceiro, você está envolvido demais. Veja também as linhas de tempo das suas mídias sociais; Quantas atualizações de status envolvem seu parceiro?

2.VOCÊ MANDA MENSAGENS PARA ELE A TODO MOMENTO

Você está constantemente enviando mensagens de texto, Facebook ou twittando para o seu parceiro? Se você não pode passar cinco minutos sem enviar uma mensagem de texto, uma selfie, uma curtida ou um SnapChat, está exagerando.

Isso é especialmente verdadeiro se você ficar chateado quando seu parceiro não responder em cinco segundos.

O envio de mensagens é aceitável com moderação, mas você precisa ponderar. Há uma diferença entre querer falar com ele e dizer que ama e fazer isso o tempo todo.

3.ANSIEDADE DE SEPARAÇÃO GRAVE

Sentir falta do seu parceiro também é perfeitamente natural. Se o seu namorado vai para o acampamento da banda por algumas semanas ou a sua namorada sai de férias com a família dela, é claro que você se sentirá um pouco sozinho. No entanto, se você sofre de uma séria ansiedade de separação sejam elas longas ou curtas, precisa tentar se controlar ou buscar um tratamento profissional.

Se você sente as palmas das mãos suadas, um batimento cardíaco acelerado e até exibe os sintomas de um ataque de pânico, isso é bem preocupante. Isso é demais, especialmente se tudo isso vier com a certeza de que seu parceiro está traindo você ou planeja terminar com você, apenas porque vocês estão em lugares diferentes.

4.VOCÊ NEGLIGENCIA SEUS AMIGOS E FAMILIARES

Comportamentos obsessivos geralmente se manifestam quando nos afastamos dos amigos e familiares.

Por exemplo, se você está negligenciando sua família e amigos em favor de passar um tempo com seu namorado ou namorada, você pode ter um grande problema!

Quando seu parceiro ocupa toda a sua vida e você não tem mais tempo para mais ninguém – e pior, quando você não deseja mais passar tempo com outro – você está exibindo sintomas de obsessão e querendo dizer: amo meu namorado e quero estar com ele demais.

Mas pense, todo mundo precisa de espaço pessoal!

5.NÃO HÁ PRIVACIDADE

Você bisbilhota?

Se você se encontra espiando o telefone do seu namorado ou tentando ler o diário da sua namorada, seu comportamento é inconfundivelmente obsessivo.

Isto é especialmente verdade se você estiver fazendo isso porque é paranoico ou suspeita de tudo.

Todo mundo merece sua privacidade.

Não trair a confiança do seu parceiro bisbilhotando suas coisas e respeitá-lo o suficiente para respeitar esses limites é essencial.

6.VOCÊ DESISTE DE SUA INDEPENDÊNCIA

Você se define pelo seu relacionamento?

Se você renuncia voluntariamente à sua independência porque deseja passar todos os momentos de vigília com seu parceiro, há um problema.

Quando você não puder fazer nada sozinho ou se recusar a sair sozinho ou com amigos porque seu parceiro não está chegando, dê uma olhada longa e dura em si mesmo, em seu relacionamento e em suas motivações.

7.VOCÊ TEM INVEJA E CIUMES DE TODOS

Você fica com ciúmes de pessoas aleatórias que podem ou não estar olhando para o seu parceiro, bem como de pessoas que ele ou ela conhece desde sempre.

Você sempre suspeita que seu parceiro trapaceie ou se preocupe com o fato de ele retornar automaticamente cada provocação ou flerte; não é que VOCÊ ama seu namorado, isso é simplesmente ser psicopata … Onde está a confiança?

A obsessão geralmente vem da insegurança, e não há necessidade de sentir ciúmes de todos que olham para seu namorado ou namorada, a menos que você se sinta extremamente inseguro.

Você pode estar perto de seu parceiro; você pode ser carinhoso, interessado e até ocasionalmente pegajoso, porque todos temos esse lado – mas fazer isso “ocasionalmente” é a palavra-chave aqui, e você não pode levar isso muito longe.

Há uma linha tênue entre “eu amo meu namorado” e a “obsessão” que não é saudável para ninguém envolvido; nem leva a um relacionamento forte e duradouro.

Você já ficou obcecado por seu namorado ou namorada? Ou alguém com quem você namorou ficou obcecado por você?

*Via Love All Womens Talk. Tradução e adaptação REDAÇÃO Resiliência Humana.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia