Envelhecer juntos: a maravilhosa experiência do amor maduro

Resiliência Humana

O amor maduro, aquele que permite envelhecer juntos, se cultiva, se aprende e se experimenta dia após dia. Porque nesse tipo de amor, o indivíduo cresce como pessoa e o relacionamento constitui um espaço de aprendizado e experiências, uma oportunidade para desenvolver os laços afetivos e aceitar as fraquezas.

Caminhar de mãos dadas com um amor maduro abre as portas para o autoconhecimento e a empatia pelo outro. Dessa forma, desenvolve as nossas habilidades sociais e nos predispõe ao crescimento do nosso desenvolvimento afetivo e social.

Todos nós conhecemos casais que estiveram juntos a vida inteira. Se conversarmos com eles e perguntarmos o segredo do seu relacionamento, eles certamente nos falarão sobre cumplicidade, cuidado mútuo e afeição. Construir uma vida de casal é um trabalho de duas pessoas, no qual ambos devem tomar a decisão consciente de se comprometer e se esforçar para manter esse vínculo.

“O amor é um desafio constante. Não é um lugar de descanso, mas de movimento, crescimento, trabalho em conjunto. Mesmo que haja harmonia ou conflito, alegria ou tristeza, isso é secundário diante do fato fundamental de que dois seres se experimentam desde a essência da sua existência, que estão comprometidos com o relacionamento e não estão juntos para fugir de si mesmos”.
-Erich Fromm-

Amor maduro: envelhecer juntos

A vida como casal é um longo caminho a percorrer, com altos e baixos e, é claro, não é isenta de obstáculos, mas também de grandes satisfações. É um caminho que só poderá ser percorrido quando as duas partes concordam e decidem realizá-lo.

Nós não devemos esquecer que, ao longo do tempo, não muda apenas o nosso corpo e aparência física, mas o amor e os sentimentos evoluem e isso implica aceitar o outro como ele é. Aqueles que já viveram juntos por anos sabem que o modo como demonstravam o seu amor no início do relacionamento não é o mesmo no momento presente.

O casal maduro está cercado por uma série de circunstâncias que implicam grandes mudanças na convivência. As crianças se emanciparam ou, embora permaneçam em casa, não requerem atenção contínua. No aspecto do trabalho, você começa a pensar em aposentadoria e a organização da casa fica mais simples por uma questão prática.

É nesse momento que ocorre o reencontro do casal. Agora há mais tempo livre e esta circunstância, quando bem explorada, pode se tornar uma oportunidade para desfrutar do companheiro e dos passatempos comuns. Erich Fromm, psicólogo e filósofo humanista, em seu livro ‘A Arte de Amar’, diz que o amor maduro não é amar o outro porque precisa dele, mas precisar porque o ama.

Respeite a liberdade do outro

O amor maduro é um verdadeiro compromisso com a autenticidade, compreensão e vontade de cada um trabalhar para o bem comum do casal, sempre buscando um equilíbrio entre dar e receber. Em casais consolidados, cada um é um indivíduo independente e, se estiver em um casal, é para complementar um ao outro, não para criar dependência ou estabelecer laços indesejáveis de posse.

Cada momento é especial

As pequenas coisas e os detalhes fortalecem o relacionamento. A monotonia e o tédio são grandes inimigos do amor. Compartilhar interesses e atividades comuns, deixando espaço para que cada um desenvolva preocupações pessoais, são considerados aspectos necessários para que o casamento perdure.

Oferece suporte e estabilidade

A cumplicidade e o companheirismo são dois fatores essenciais ao empreender uma vida juntos, mas ela é ampliada em casais maduros. É o momento de demonstrar o que você pode fazer pelo seu relacionamento.

Aceite seu parceiro como ele é

As pessoas que realmente se amam de verdade para toda a vida sabem que viver um relacionamento implica compromisso e também compreensão. Pode haver algumas questões em que o casal não concorda ou não tem o mesmo ponto de vista, mas longe de ser um inconveniente, é uma fonte de enriquecimento para a união conjugal.

Respeito e comunicação

Comunicar-se dentro do casal é começar a respeitar um ao outro e, com base nisso, valorizar e apreciar o diálogo. É importante não termos medo de expressar os nossos sentimentos, pois eles podem se tornar uma fonte de ressentimento e rancor. A comunicação do casal é um pilar fundamental para o crescimento e fortalecimento da união ao longo do tempo.

Para concluir, podemos dizer que o amor maduro é sinônimo de compromisso. O casal se diverte juntos. Eles são amigos, amantes, companheiros e cúmplices. Certamente, já superaram obstáculos importantes e resolveram grandes problemas, de modo que o relacionamento se consolidou e se tornou um vínculo indestrutível.

FONTEA Mente á Maravilhosa
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Resiliência Humana
Bem-estar, Autoconhecimento e Terapia

COMENTÁRIOS