ENQUANTO VOCÊ SEGUIR AQUILO QUE A SOCIEDADE QUER, VOCÊ PODERÁ TER MUITOS BENS, MAS CONTINUARÁ SENDO NADA!

Juliana Manzato

Um suspiro profundo. Levantar da cama não é uma boa ideia. No peito a angústia toma conta, um nó bem amarrado na garganta. Mais um dia a ser encarado. Anda difícil abrir os olhos, estufar o peito e seguir em frente. Apesar de saber o quanto é necessário – senão obrigatório -, a vontade é ficar parada esperando o tempo correr e a vida passar.

Descobri que o mundo dos adultos pode ser chamado de “Nunca”. Nunca satisfeitos, nunca felizes, nunca entregues, nunca tudo. Quando você cresce, entra no esquema e faz parte do sistema. Percebe que é mais podre do que se pode imaginar. Que os valores ensinados pelos nossos pais já não valem muita coisa e que a maioria das pessoas vive dopada. Nunca estão satisfeitos com nada. A ambição facilmente vira ganância. Os relacionamentos são levados por comodidade. Boa parte dos amigos está ali em volta feito moscas para se aproveitar de algo, sejam bens materiais ou pura influência. Os poucos e bons são aqueles que estarão ao seu lado em épocas boas e ruins e você vai valorizá-los por isso. Quando a gente cresce percebe os problemas antes escondidos pela família. E que o maldito dinheiro está envolvido em quase tudo. Percebe que trabalhar por prazer é divino, e se ele te der recompensas é bom.

Percebemos que crescer também é uma cilada. Ninguém te conta o lado ruim de ser adulto e dono do próprio nariz. Existem inúmeras vantagens, mas crescer dói. Existe uma pressão social bem em cima da sua cabeça que não vai te deixar ser livre, como você imagina que será.

Crescer significa se tornar insatisfeito, não o tempo todo, mas na maioria dele. Existe o lado feliz e realizado, mas te garanto que logo a sociedade vem e te dá um tapa, dizendo que você precisa de mais, muito mais. Eu passo por isso, você deve passar por isso. Nunca estamos realmente contentes com aquilo que conquistamos, o consumo não deixa, é sempre necessário ter mais.

Ter coisas acaba sendo mais importante do que ser alguém importante para o outro. O brinquedo que você dá para o seu filho não é mais importante do que a sua cia. O aumento do seu salário não é mais importante do que a cia dos seus amigos. As horas extras de trabalho alimentam o bolso e não a alma. Trabalhar todo sábado e deixar de ver sua família não te fará mais poderoso. Muito pelo contrário, te tornará miserável.

Dinheiro é importante sim, não sejamos hipócritas! A relação com o dinheiro deve ser clara: quem vai ser o dono de quem? A escolha é sua. Existe sempre a opção de ser escravo e a de ser livre. Cabe a você escolher!

As melhores pessoas que conheci na vida estabeleceram uma relação de troca com a vida, e dificilmente estavam insatisfeitas, por um motivo muito simples: antes de terem fortunas ou pouco dinheiro, elas se preocupavam em ser. Eram pessoas formidáveis que se preocupavam com aquilo que era bom para elas próprias e aqueles que estavam à sua volta. E que, principalmente, seguiam com fidelidade seu estilo de vida. Rico ou pobre o importante é se sentir cheio, satisfeito.

Enquanto você seguir aquilo que a sociedade quer, você poderá ter muitos bens, mas vai continuar sendo nada.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS







COMENTÁRIOS




Juliana Manzato
Apaixonada por amor, cachorros, textos e coisas inspiradoras. Adora fotografia, mar, sol, doce de padaria, verão e olhar o céu azul. Faz da vida poesia e textos. Muitos textos! Sonhos? Vive deles